Novo secretário determina demolição de 'puxadinho' para visitas íntimas construído em cadeia do Rio

·1 minuto de leitura

RIO - O novo secretário de Administração Penitenciária do Rio, o delegado federal Victor Poubel, determinou a demolição de um "puxadinho" que era construído na Cadeia Pública Jorge Santana, no Complexo de Gericinó, na Zona Oeste do Rio. A derrubada dos quartos está marcada para as 15h desta quinta-feira. Segundo informações de agentes penitenciários, o local seria usadao para que os presos tivessem visitas íntimas. A construção irregular foi revelada pelo "RJ TV 1", da TV Globo, nessa quarta-feira.

As obras tiveram início na gestão do ex-secretário Raphael Montenegro, preso na última terça-feira por suspeita de fazer acordos com traficantes da maior facção criminosa do Rio em troca de vantagens financeiras ou políticas. Poubel foi nomeado para o cargo de secretário na própria terça, após a prisão de Montenegro. O "puxadinho" que vinha sendo construído tinha dez quartos.

A Cadeia Pública Jorge Santana abriga presos da maior facção criminosa do Rio, a mesma quadrilha que Montenegro é suspeito de beneficiar.

Segundo denúncia da TV Globo, a obra acontecia sem licitação e com dinheiro do fundo penitenciário. Os próprios presos é que estariam trabalhando na construção.

Em entrevista à TV Wilson Camilo, vice-presidente da Associação Nacional de Policiais Penais, afirmou que avisou o ex-secretário de administração penitenciária, Raphael Montenegro, sobre a obra.

"O coordenador de área tem conhecimento, o próprio secretário, que foi preso, tinha conhecimento da obra. Ele informou que a verba era de uma apreensão feita no presídio José Frederico Marques. No entanto, a obra continua”, alegou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos