Novos ares e chancela de Grupo City: o que pesou para Talles Magno se transferir para o futebol dos EUA

·2 minuto de leitura

A curto prazo, o Vasco gozará mais da transferência de Talles Magno para o New York City do que o próprio atacante. Receberá parte dos R$ 63 milhões que a venda pode alcançar, dependendo das metas atingidas, enquanto o jogador estará fazendo um desvio na rota que havia sido planejada para sua carreira. O anúncio da transferência pode sair ainda nesta terça-feira.

Não estava nos planos do jogador e de quem cuida de seus passos no futebol a ida para os Estados Unidos. O local de destino favorito era a Europa. Quem sabe, jogar em um clube médio do continente de olho em uma transferência para uma camisa de peso.

Mas a proposta não veio, reflexo de sua queda de produção e também da maior cautela dos clubes europeus na hora de contratar, decorrência da crise financeira causada pela pandemia.

Entretanto, deixar o Vasco era uma vontade. A ideia de procurar novos ares o quanto antes foi decorrente do desgaste acumulado com a torcida e com algumas pessoas do clube, insatisfeitas com seu comportamento fora de campo.

Ainda assim, a transferência para o futebol dos Estados Unidos talvez não fosse uma possibilidade se a proposta não tivesse vindo do Grupo City. Ele é visto como um possível facilitador para o atacante, depois, se transferir para a Europa.

Um motivo é óbvio. O Grupo City é dono de quatro clubes europeus. Manchester City é o maior deles. Tem também o Girona, da Espanha, o Troyes, da França, e o Lommel, da Bélgica, os três da segunda divisão de seus respectivos países. Ainda que sua transferência não inclua uma obrigatoriedade de ida posterior a qualquer um dos quatro clubes, seria um movimento fácil de se fazer.

Outro aspecto é mais subjetivo: Talles Magno passa a contar agora com o selo de qualidade de um dos conglomerados de futebol mais ricos do mundo, seus scouts e analistas de desempenho. A esperança é que isso já sirva de chancela para terceiros olharem seu futebol com mais atenção a partir de agora.

Talles Magno está nos Estados Unidos, onde foi fazer exames médicos e assinar contrato. Foi embora do Vasco sem se despedir dos companheiros. Não foi exatamente para onde queria, mas espera estar mais perto do destino final do que antes, em São Januário.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos