'Nunca deixamos de ter memorando com Butantan', diz Pazuello

Daniel Gullino
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA — O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou nesta quarta-feira que a pasta nunca deixou de ter um memorando de entendimento com o Instituto Butantan para a compra da CoronaVac, que está sendo desenvolvida em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

— Nós nunca deixamos de ter memorando de entendimento com o Butantan. Ele foi assinado e foi mantido, desde outubro. O que nós aguardamos? Registro na Anvisa — disse Pazuello, durante entrevista coletiva.

O plano nacional de vaicnação contra a Covid-19, lançado nesta quarta pela governo federal, registra o Butantan como uma das organizações com as quais "foram firmados memorandos de entendimento, não vinculantes, que expõem a intenção de acordo, podendo sofrer alterações de cronograma e quantitativos a serem disponibilizados". Também estão nessa lista Pfizer, Janssen, Moderna e Gamaleya e Bharat Biotech.