Nunes escolhe nome do Republicanos para vaga de secretário exonerado após apoiar Leite

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP - 26.07.2021 - O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, e o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, acompanham nesta segunda-feira (26) a vacinação domiciliar em uma gestante da capital. A gestante vacinada foi Michele Mayer de Oliveira, 34. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP - 26.07.2021 - O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, e o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, acompanham nesta segunda-feira (26) a vacinação domiciliar em uma gestante da capital. A gestante vacinada foi Michele Mayer de Oliveira, 34. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), escolheu João Farias como seu novo secretário de Habitação. Ele assume a vaga de Orlando Faria, que deixou a administração municipal nesta segunda-feira (8).

A saída de Faria foi selada horas após ele anunciar apoio a Eduardo Leite nas prévias presidenciais do PSDB. O governador do Rio Grande do Sul é o principal adversário de João Doria (PSDB), cujos aliados se revoltaram e entraram em contato com Nunes e com secretários da prefeitura para se queixar da postura de Faria.

A exoneração de Faria constará como "a pedido" no Diário Oficial do município. Tucanos próximos a Faria relatam que essa formulação da saída, a pedido, tem como objetivo preservar o prefeito. Como as críticas do secretário são a Doria, ele não teria visto problema.

Os aliados de Nunes, por sua vez, dizem que ele se incomodou com a reunião de Faria com Leite nesta segunda-feira por ter sido em dia de trabalho, mas que ele não pretendia exonerá-lo. A decisão, segundo eles, foi toda de Faria.

Orlando Faria é influente no PSDB do interior de São Paulo e organizou um encontro para receber o governador do Rio Grande do Sul no sábado (6), em São João da Boa Vista.

Leite vem buscando o apoio dos brunocovistas para ter um trunfo simbólico sobre seu principal adversário nas prévias.

Bruno Covas foi vice de Doria durante na Prefeitura de São Paulo e tornou-se o titular quando o então prefeito decidiu deixar o cargo e concorrer ao governo do estado.

Nas contas do governador gaúcho, o sucesso nessa articulação teria duplo impacto: por um lado, ele receberia o apoio do grupo de um dos principais aliados que o governador de SP fez na política. Por outro, ficaria associado a um sobrenome potente na história tucana.

João Farias é figura influente no Republicanos em São Paulo e foi secretário municipal de Habitação entre maio de 2019 e agosto de 2020, quando deixou o cargo em meio à disputa entre Celso Russomanno, de seu partido, e Bruno Covas (PSDB) pela prefeitura de São Paulo.

Atualmente, ele ocupava o posto de secretário-executivo de Abastecimento e Agricultura na prefeitura.​

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos