O Brasil despede-se do rei Pelé

O Brasil está a despedir-se do Rei Pelé, na vigília ao corpo de Edson Arantes do Nascimento, no estádio Vila Belmiro, na cidade de Santos, onde marcou muitos dos seus melhores golos.

Desde que as portas do estádio foram abertas na manhã desta segunda-feira, foram muitas as lágrimas e a emoção.

Gianni Infantino, o presidente da FIFA, foi dos primeiros a marcar presença dizendo que o tricampeão mundial era "um jogador único".

Um jogador único que para muitos era simplesmente o maior futebolista da história.

A câmara ardente decorre até terça-feira de manhã, altura em que o cortejo fúnebre percorrerá as ruas da cidade que o viu nascer e transformar-se numa estrela planetária, antes do enterro em cerimónia privada, reservada à família e aos mais próximos.

O Brasil viveu três dias de luto nacional.

Pelé faleceu no dia 29 de dezembro, vítima de falência múltipla de órgãos, em resultado do cancro do cólon, diagnosticado em 2021.

Tinha 82 anos.