O dia em resumo: veja os destaques desta quinta-feira

Olá, boa noite.

Confira as principais notícias do dia.

Boa leitura!

STF libera compartilhamento de dados e abre caminho para retomar investigação de Flávio Bolsonaro

O Supremo Tribunal Federal liberou o compartilhamento de informações de órgãos de controle para investigações do Ministério Público e da polícia , sem a autorização prévia da Justiça. Os ministros ainda vão definir os limites exatos da decisão, na próxima quarta-feira. A liberação para o uso de dados abre caminho para a retomada dos processos contra o senador Flávio Bolsonaro.

Aconteceu hoje: o STF já havia alcançado maioria para o compartilhamento de dados genéricos de órgãos como a Unidade de Inteligência Financeira (UIF), antes chamada de Coaf. Hoje, por oito votos a três, a Corte permitiu o repasse de informações sigilosas da Receita Federal, como dados bancários e do Imposto de Renda

Setor cultural e movimento negro reagem a críticas e perfis de novos gestores da Cultura

As trocas no comando das pastas que formam à área cultural do governo federal provocaram reações de profissionais do setor e de integrantes do movimento negro. Criador da Fundação Palmares, o advogado Carlos Alves Moura lamentou declarações do novo presidente do órgão, Sérgio Nascimento de Camargo. O cantor Martinho da Vila também rebateu críticas feitas por Camargo a ele. Entidades pediram a anulação da nomeação para o comando da fundação. Em artigo publicado no GLOBO, a produtora Mariza Leão convocou reação em defesa da cultura.

O que está por vir: novas mudanças nas pastas serão oficializadas nos próximos dias. O secretário especial da Cultura, Roberto Alvim, escolheu Rafael Nogueira para assumir a Biblioteca Nacional. Nogueira se apresenta como professor e aspirante a filósofo e é seguidor do ideólogo Olavo de Carvalho.

Viu isso?

Direitos Humanos: Jair Bolsonaro foi denunciado ao Tribunal Penal Internacional por incitação ao genocídio de povos indígenas.

Em chamas: a Justiça do Pará determinou a soltura dos quatro brigadistas de Alter do Chão acusados de provocar incêndios. O governador Helder Barbalho trocou o chefe da investigação.

Armamento letal: a prefeitura do Rio pretende usar recursos federais para comprar armas de fogo para guardas municipais.

Despedida: uma multidão velou o corpo do apresentador Gugu Liberato em São Paulo. Velório deve terminar na manhã de sexta-feira.

Pé no freio: a Petrobras prevê US$ 75,7 bilhões para investimentos até 2024, 10% a menos do que o plano anterior.

Mais velhos: a expectativa de vida dos brasileiros aumentou três meses e está em 76,3 anos, afirma o IBGE.

Desigualdade: Brasil e Venezuela puxam aumento da pobreza na América Latina, que pode alcançar 191 milhões de pessoas, afirma a Cepal.

Saldo das urnas: Luis Lacalle Pou, de centro-direita, teve vitória confirmada na disputa pela Presidência do Uruguai.

Sem fronteiras: em dois anos, o número de advogados brasileiros em Portugal saltou 323%, o que deve influenciar votação da Ordem no país.

Black Friday: como se proteger de golpes virtuais

Temporada de descontos foi usada como isca para 1.600 golpes e perfis falsos, que atingiram mais de 45 mil pessoas

Vasco ultrapassa 75 mil sócios-torcedores com promoção

Clube dobra número de associados com oferta na Black Friday e projeta chegar a 100 mil adesões nos próximos dias. Plano popular custa menos de R$ 4

OUÇA:

As mais lidas do site do GLOBO

1. ‘Amor de mãe’: Sinésio, irmão de Thelma, morre

2. ‘Amor de mãe’: Magno descobre que matou irmão de Betina

3. ‘Bom sucesso’: ex-marido exige fortuna de Paloma para salvar Gabriela

4. Entenda por que Lula continuará solto mesmo após segunda condenação no caso do sítio de Atibaia

5. Kim Kardashian fala sobre fita adesiva nos seios: ‘Doía muito e deixava bolhas’

Essas são as principais notícias de hoje. Acompanhe, também, a edição da manhã, que reúne todas as informações para começar o dia bem informado. Inscreva-se aqui.

Obrigado pela leitura!