O dia em resumo: veja os destaques desta quarta-feira

Estudante da Educafro, Ana Paulo Aparecida, 26 anos . Foto de 2017

Olá, boa noite.

Confira as principais notícias do dia.

Boa leitura!

Em cúpula dos Brics, Bolsonaro assina acordos com Xi Jiping e recebe premier da Índia

Em ato que marca aproximação econômica com a China, o presidente Jair Bolsonaro assinou nove acordos e memorandos de intenções com o presidente Xi Jinping no primeiro dia da 11ª reunião dos líderes dos Brics , o bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Bolsonaro também teve encontro bilateral com o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, mas não houve declaração conjunta após a reunião. Em paralelo, o ministro Paulo Guedes (Economia) revelou que Brasil e China discutem a criação de uma área de livre comércio.

O que sabemos: a ideia partiu dos chineses, e as negociações estão em estágio inicial. O fluxo de comércio entre os dois países chega a US$ 100 bilhões por ano. A abertura comercial depende do avanço de reformas no país, e a equipe brasileira trabalha com dois objetivos: expandir o volume vendido e aumentar o valor agregado da pauta exportadora.

Invasão à embaixada da Venezuela em Brasília irrita o governo brasileiro

A disputa política na Venezuela chegou à embaixada do país em Brasília. Apoiadores de Juan Guaidó, autoproclamado presidente venezuelano e reconhecido pelo Brasil, invadiram o prédio durante a manhã. Um grupo favorável ao presidente Nicolás Maduro reagiu com um cordão de isolamento em frente ao imóvel. Houve confusão, e ao menos uma pessoa foi presa. Os invasores deixaram o local no início da noite.

Reação: o chanceler venezuelano, Jorge Arreaza, responsabilizou o governo de Jair Bolsonaro. O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) chamou de “inescrupuloso e leviano” quem tenta associar o Planalto ao episódio.

Nas redes sociais, Bolsonaro repudiou a invasão à embaixada. Já o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) afirmou que “ao que parece está sendo feito o certo, o justo”.

Por que isso importa: apesar de haver versões divergentes sobre o que de fato ocorreu na embaixada, a invasão irritou o governo brasileiro. O episódio aconteceu no primeiro dia do encontro dos Brics. No grupo, apenas o Brasil reconhece Guaidó como presidente da Venezuela.

IBGE: negros são maioria nas universidades públicas pela primeira vez

Pela primeira vez, em 2018, alunos negros se tornaram maioria nas universidades públicas do país, mostra pesquisa do IBGE. A nova configuração foi atribuída pelo instituto ao sistema de cotas, usado desde 2012, e a programas de acesso ao ensino superior, como o Fies e o Prouni. Especialistas acrescentam outras medidas, como a proliferação de pré-vestibulares comunitários e a isenção de taxa de inscrição para pobres.

Em paralelo:negros são a principal vítima de homicídios no Brasil, indica o IBGE. Em 2017, a taxa de violência letal entre jovens pretos ou pardos foi de 98,5%; entre jovens brancos, foi de 34%.

Opinião: a política de cotas coloriu o ensino superior, mas a luta por direitos está longe do fim, afirma Flávia Oliveira. “Negros são maioria no desemprego, ganham salários menores e têm três vezes mais chances de morrerem assassinados”.

Viu isso?

Mercado:o dólar fechou o dia a R$ 4,185, a segunda maior cotação da História. Alta é atribuída à frustração com guerra comercial e à instabilidade política da América Latina.

Violência: Ketellen Gomes, de 5 anos, foi morta em frente a uma escola no Rio. É a sexta criança a morrer baleada na cidade este ano.

Fator onda: o Ministério Público do Rio pediu absolvição de 15 pessoas denunciadas pela queda da ciclovia Tim Maia, em São Conrado.

Rota de polêmicas: a Justiça do Rio manteve a cobrança de pedágio da Linha Amarela.

Sem fronteiras: petrolífera boliviana avisou à Petrobras e à empresa Argentina sobre possíveis problemas no fornecimento de gás natural.

Apelo contra o caos: após invasão a quartéis e madrugada de violência, o presidente do Chile defendeu três pactos para pôr fim à crise.

Impeachment: Trump manteve contatos “irregulares” com a Ucrânia, afirmou diplomata no primeiro dia de depoimentos transmitidos ao vivo.

“Precisamos nos livrar dos plásticos de uso único”

JENNIFER BRANDON, OCEANÓGRAFA

Em entrevista ao GLOBO, pesquisadora com PhD pela Universidade da Califórnia explica o que são os microplásticos e suas ameaças à saúde humana e aos animais.

Vídeo: Veneza tem a maior inundação em 50 anos

Maré alta elevou nível da água a 1,87 metro e alaga pontos turísticos da cidade italiana. Moradores temem efeitos de mudanças climáticas.

Queridinho dos cariocas, mate completa 100 anos

Primeiro chá-mate foi lançado em Curitiba e passou por modificações para fazer sucesso no Rio. Curiosidades sobre a bebida estão reunidas em livro

Ouça

As mais lidas do site do GLOBO

1. ‘A dona do pedaço’: Maria da Paz humilha Fabiana e volta para a fábrica

2. ‘Não podemos concordar com a República da rachadinha’, diz Joice sobre nova estratégia do PSL

3. Extinto por Bolsonaro, DPVAT repassou R$ 33 bilhões ao SUS em 11 anos

4. ‘Se trouxer o fundo é bom por uma questão de justiça’, diz Eduardo sobre troca de partido

5. Mesmo sem quórum no Congresso, senadora da oposição se declara presidente da Bolívia

Essas são as principais notícias de hoje. Acompanhe, também, a edição da manhã, que reúne todas as informações para começar o dia bem informado. Inscreva-se aqui.

Obrigado pela leitura!