O dia em resumo: veja os destaques desta quinta-feira

Reunião dos Brics termina nesta quinta-feira

Olá, boa noite.

Governo prevê economia R$ 10,5 bilhões em 2020, com corte de salário e jornada de servidor

O governo pretende reduzir a jornada de trabalho e os salários de servidores públicos assim que a proposta de emenda constitucional (PEC) que abre essa possibilidade for aprovada pelo Congresso. A expectativa é economizar R$ 10,5 bilhões no ano que vem, afirmou o secretário de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues.

O que está acontecendo: a PEC emergencial foi apresentada na semana passada com medidas para equilibrar as contas públicas. Ela estabelece critérios para a redução da jornada e dos vencimentos, de forma proporcional. No caso da União, o gatilho é o descumprimento da regra de ouro, que proíbe o governo de se endividar para pagar despesas correntes.

O que o governo quer fazer: o dinheiro economizado será usado para aumentar o total de investimento previsto no Orçamento do próximo ano, que está em R$ 19 bilhões, o menor patamar desde 2008.

Sem consenso, Brics ignora crises na América do Sul

A declaração conjunta aprovada por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul no final da 11ª cúpula dos Brics tratou de temas relacionados à África, Oriente Médio e até Coreia do Norte, mas não mencionou as crises da América do Sul. Faltou consenso entre os líderes reunidos em Brasília.

Detalhe: o governo brasileiro queria incluir a Venezuela no texto, mas o Brasil é o único que reconhece o líder opositor Juan Guaidó como presidente do país.

O que diz a declaração: os cinco países afirmam compromisso com o Acordo de Paris, sobre as mudanças climáticas, o que é visto com reservas pelo governo de Jair Bolsonaro. Os Brics também reforçam necessidades de reformas em instituições multilaterais — a equipe brasileira conseguiu incluir menção à soberania dos Estados. O documento trata, ainda, de cooperação entre os integrantes do grupo, do sistema financeiro internacional e da mediação de crises, e tem trechos críticos a políticas dos Estados Unidos.

O que foi dito: o presidente Jair Bolsonaro disse que sua política externa coloca o Brasil em primeiro lugar. Os presidentes da China, Xi Jinping, e da Rússia, Vladimir Putin, condenaram o protecionismo.

Viu isso?

Acesso: o presidente do STF, Dias Toffoli, pediu ao Banco Central cópias de relatórios do Coaf com dados sigilosos de 600 mil pessoas e empresas.

Lava-Jato: a OAS assinou acordo de leniência que prevê pagamento de R$ 1,92 bilhão até dezembro de 2047.

Copia e cola: decisão da juíza Gabriela Hardt, da Justiça Federal do Paraná, foi anulada por trechos copiados de outra sentença. Medida abre brecha para recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Linha Amarela: liminar da Justiça do Rio suspende efeitos da lei que autorizou encampação da via pela prefeitura.

Dívidas em aberto: chega a R$ 46,6 milhões o bloqueio de verbas da prefeitura do Rio para pagar empréstimos com o BNDES.

Volta ao hangar: a Embraer anunciou recall de ao menos 150 jatos Phenom 300, após relatos de corrosão em componente.

Estudo: as mudanças climáticas devem provocar aumento de casos de doenças respiratórias e epidêmicas, como dengue e malária, em crianças.

PARA LER COM CALMA

Como nasceu o plano tático de Luxemburgo para o Vasco segurar o Flamengo

Maquiagem impressa com jato de tinta promete pele impecável

Dispositivo digitaliza imperfeições da pele e aplica cobertura com pigmentos e soro. Tecnologia tem mais de 25 patentes

Motorola relança celular clássico com flip e tela dobrável

Celular recupera formato popular nos anos 2000, será fabricado em São Paulo e está previsto para chegar às lojas em janeiro

OUÇA

As mais lidas do site do GLOBO

1. ‘Bom sucesso’: Nana descobre tudo sobre Gisele e Diogo

2. ‘A dona do pedaço’: Fabiana é expulsa de apartamento

3. TRF-4 vê ‘copia e cola’ em sentença e abre brecha para anular condenação de Lula sobre sítio de Atibaia

4. Marina Ruy Barbosa voltará à TV em ‘Bom sucesso’

5. Presidente do Vasco e Luxemburgo se desculpam por agressão de gerente a Gabigol

Essas são as principais notícias de hoje. Acompanhe, também, a edição da manhã, que reúne todas as informações para começar o dia bem informado. Inscreva-se aqui.

Obrigado pela leitura!