O essencial da manhã: Governo federal socorre Crivella com R$ 150 milhões

Paciente chega ao Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, que enfrenta problemas como superlotação e falta de macas e roupas de cama: doentes são internados até no corredor

RIO — Confira as principais notícias do dia.

União vai liberar R$ 150 milhões para Saúde do Rio após apelo de Crivella

O governo federal vai liberar cerca de R$ 150 milhões para a prefeitura do Rio. Os recursos foram obtidos pelo prefeito Marcelo Crivella em viagem a Brasília e são referentes a uma dívida que a prefeitura cobra da União pela municipalização de 23 unidades de saúde nos anos 1990. O acordo, que vai encerrar a disputa judicial, recebeu apoio do presidente Jair Bolsonaro.

Bastidores: a intervenção de Bolsonaro foi decisiva. A Advocacia-Geral da União não estava convicta sobre o acordo.

Podcast: a colunista Ligia Bahia e os repórteres Luis Ernesto Magalhães e Pedro Capelli explicam como o Rio chegou ao caos na Saúde e quais as possíveis soluções.

Boca de urna aponta ampla maioria para Boris Johnson no Reino Unido

Pesquisas de boca de urna indicam vitória do primeiro-ministro Boris Johnson nas eleições gerais do Reino Unido. O Partido Conservador deve obter maioria no Parlamento, com 368 das 650 cadeiras, e deixar a oposição trabalhista com 191 assentos, 71 a menos do que tinha até o pleito.

O que isso significa: se confirmado o resultado, Johnson terá recebido cheque em branco para avançar com o Brexit, agendado para 31 de janeiro. O resultado também poderá colocar em risco a integridade do Reino Unido e deixa incerto o futuro da Escócia e da Irlanda do Norte.

Míriam Leitão

AI-5 faz 51 anos e deveria ser assunto pacificado, mas voltou à pauta em função do sonho autoritário dos que hoje ocupam posição de poder

Viu isso?

Pressão: Jair Bolsonaro atua pessoalmente para reduzir alterações em seu projeto para mudar regras de trânsito — ele já recebeu 101 emendas.

Menção à tortura: presidente afirmou que vai colocar “no pau de arara” ministro que se envolver em corrupção.

Emprego Verde-Amarelo: o relator da MP quer substituir a taxação do seguro-desemprego como forma de subsidiar o programa.

Bônus natalino: a Assembleia Legislativa de São Paulo vai pagar extra de R$ 3,1 mil para cada um dos 3.266 servidores.

Lei de Incentivo: o governo decidiu ampliar teto imposto este ano, de R$ 1 milhão, e autorizar musicais a captarem até R$ 10 milhões.

Cultura: o cineasta André Sturm foi indicado para assumir a Secretaria do Audiovisual. Diretores e produtores comemoraram.

Crise climática: a União Europeia anunciou compromisso de atingir a neutralidade das emissões de carbono até 2050.

De volta ao Sul: Evo Morales, ex-presidente da Bolívia, chegou a Buenos Aires e ganhará status de refugiado.

“Devemos isolar os extremos de esquerda e direita”

FERNANDO SCHMIDT, EMBAIXADOR DO CHILE - Em entrevista, diplomata afirma que país incluirá “elementos do Estado de bem-estar” na equação econômica e alerta para efeitos políticos de atos violentos

Conflitos e retrocessos marcam Brasil na COP25

Delegação brasileira reflete a mudança de postura do governo na área ambiental e causa espanto em ex-aliados na Conferência do Clima, em Madri

Vascaíno, Emir do Qatar espera por flamenguistas

Brasileiros que trabalham para Tamim bin Hamad al-Thani contam detalhes da ligação da nobreza qatari com o futebol. Flamengo embarca para Doha hoje

‘Três verões’ mostra vítimas anônimas da corrupção

Novo filme de Sandra Kogut foca nas consequências dos escândalos que atingiram o país sob a perspectiva de empregados dos poderosos

Palavras cruzadas

Jogue as palavras cruzadas do GLOBO em versão digital

Essas são as principais notícias desta manhã. Acompanhe, também, a