O essencial da manhã: Volume de óleo supera em 16 vezes todos os vazamentos desde 2012

1 / 3

85532611_03-11-2019 - Óleo retorna as praias de Salvador Substância chegou as praia do Rio vermelho.jpg

Óleo retorna às praias de Salvador

RIO — Confira as principais notícias do dia.

Volume de óleo no Nordeste é 16 vezes maior do que todos os vazamentos desde 2012

O volume de óleo que chegou às praias de 11 estados desde 30 de agosto é maior do que todos os vazamentos registrados pela Agência Nacional do Petróleo entre janeiro de 2012 e outubro de 2019. Cerca de quatro mil toneladas de petróleo cru já foram recolhidas nos locais atingidos no Nordeste e no Sudeste. No período anterior, a ANP contabilizou 250 toneladas despejadas no país.

O que está acontecendo: o governo ainda não sabe a origem do vazamento atual. Em casos anteriores, em geral, foi possível solucionar o problema na fonte, o que evitou volumes maiores, e o impacto foi localizado, afirma professor da USP.

Brecha legal dá tempo ao Rio para negociar ajuste fiscal

Pressionado a encontrar compensações para o aumento de gastos que violam o acordo do Regime de Recuperação Fiscal (RRF), o governo do Rio encontrou uma brecha legal para ganhar tempo e obteve, do Conselho de Supervisão do programa, a suspensão do prazo para apresentar propostas. O colegiado, ligado ao Ministério da Economia, cobra soluções para mitigar a criação de despesas, como o plano de cargos e salários da Uerj.

O que vai acontecer: o governo espera que técnicos concluam em fevereiro a avaliação sobre possíveis compensações a serem adotadas. Até lá entrarão em vigor medidas já aprovadas pela Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) que impactam a arrecadação. Dois projetos podem gerar receita extra de R$ 625 milhões por ano.

Em paralelo: o governador Wilson Witzel protocolou pedido de audiência pública com o presidente Jair Bolsonaro. No documento, elenca entre os tópicos do encontro a renovação do RRF. Se aceito, será a primeira reunião oficial entre eles após rompimento público.

Elio Gaspari

Assim como Gabigol fez a alegria dos brasileiros, a PM do Rio manchou a celebração do Flamengo na Presidente Vargas.

Viu isso?

Dados do Coaf: o STF retoma hoje análise sobre compartilhamento de informações de órgãos de controle com o Ministério Público e a polícia.

Relatório: o parecer da reforma da Previdência dos militares será apresentado hoje em comissão do Senado.

Não vai bem: a gestão do Ministério da Educação foi classificada como “insuficiente” por comissão da Câmara, que fez 52 recomendações à pasta.

Orçamento: o governo reduziu para R$ 2,035 bilhões a previsão para o fundo eleitoral. O salário mínimo ficou abaixo do previsto, em R$ 1.031.

Pelo futuro: artistas, curadores e membros da sociedade civil deram um “abraço” no Museu de Arte do Rio (MAR), ameaçado de fechar as portas.

Audiência: o presidente dos EUA, Donald Trump, foi convidado a depor em processo de impeachment.

Ao Ponto: o que fazer para evitar furadas na Black Friday

Jornalistas do GLOBO dão dicas para aproveitar as ofertas e não cair em golpes ou fraudes na hora de comprar, seja na loja ou na internet.

Do Vale do Silício, Singularity abre filial em São Paulo

Instituição de ensino tem foco em inovação e já teve 24.500 alunos brasileiros no exterior. Unidade será inaugurada em junho de 2020.

Sudoku e palavras cruzadas do GLOBO ganham versão digital

Site terá nova sessão de jogos. Leitores podem jogar passatempos no computador ou no celular.

Essas são as principais notícias desta manhã. Acompanhe, também, a