O impasse no preço do diesel

O preço do diesel virou um problema para o governo Bolsonaro, após o aumento de 49% no acumulado em 12 meses. Na terceira semana de maio, o valor do litro na bomba se aproximava de R$ 7, em um cenário mundial de escassez ocasionado por um somatório de fatos como: guerra na Ucrânia, aumento global do consumo e início da temporada de furacões no golfo do México. Além disso, Jair Bolsonaro entrou em rota de colisão com a Petrobras, anunciando trocas seguidas do presidente da companhia. Bolsonaro também mudou o ministro de Minas e Energia, com a entrada de Adolfo Sachsida, mas até agora não apresentou uma solução definitiva para o problema. Enquanto as empresas começam a ampliar seus estoques de diesel, analistas temem a falta do produto no mercado interno no segundo semestre, época de colheita da safra de grãos no país. No Ao Ponto desta sexta-feira (3), o repórter Manoel Ventura, da sucursal do Globo em Brasília, fala sobre a possibilidade de concessão de subsídio no diesel e de onde viriam os recursos para bancar o benefício. Ele também explica como um país que depende de exportação pode aumentar os estoques de diesel e analisa um possível cenário de escassez.

Publicado de segunda a sexta-feira, às 6h, nas principais plataformas de podcast e no site do GLOBO, o Ao Ponto é apresentado pelos jornalistas Carolina Morand e Roberto Maltchik, sempre abordando acontecimentos relevantes da atualidade. O episódio também pode ser ouvido na página de Podcasts do GLOBO. Você pode seguir a gente em plataformas como Spotify, iTunes, Deezer e também na Globoplay.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos