O mal-estar de vereadores do PSB e PV com João Doria

Equipe HuffPost
Ex-prefeito João Doria estava em evento da Prefeitura de São Paulo na segunda (9).

O ex-prefeito de São Paulo João Doria coleciona desafetos. Ele está repelindo outros políticos, adversários de sua campanha ao governado do estado de São Paulo, segundo a coluna de Mônica Bergamo no jornal Folha de S.Paulo desta terça-feira (10).

A presença de Doria, enquanto o recém-empossado prefeito Bruno Covas (PSDB) fazia seu primeiro discurso oficial na segunda (9), irritou integrantes do PSB e do PV, partidos da base de Geraldo Alckmin no governo estadual.

O vereador Gilberto Natalini afirmou a Bergamo que se sentiu "usado" porque a campanha de Doria estaria usando a máquina da prefeitura.

"Saí correndo", emendou o líder do PSB na Câmara Municipal, Camilo Cristófaro.

Em seu pronunciamento, Bruno Covas enalteceu a política, marcando uma clara diferença de Doria, que se definia como "prefeito gestor" e negava a política.

O PSB defenderá a candidatura de Márcio Lacerda, atual governador de São Paulo, que era vice de Alckmin. Lacerda deve ser um dos principais rivais de Doria na disputa pelo Palácio dos Bandeirantes.

LEIA MAIS:

Continue a ler no HuffPost