O poder de Girão na Gardênia Azul, comunidade da Zona Oeste dominada pela milícia

·2 minuto de leitura

RIO — Embora, desde que foi solto, em 2017, Cristiano Girão, ex-vereador e ex-chefe da milícia de Gardênia Azul, na Zona Oeste do Rio, more com a atual mulher em São Paulo, ele não teria desistido de manter o controle na comunidade. Segundo um informante da Delegacia de Homicídios, cujo nome está sendo mantido em sigilo, ex-policial André Henrique da Silva Souza, o André Zóio, morreu porque estaria desafiando Girão, aproveitando-se de sua ausência para assumir o poder na região. No entanto, segundo a polícia, num acordo feito em 2017, Girão deixou o comando da favela com o seu subordinado Leandro Siqueira de Assis, conhecido como Leandro Cabeção ou Gargalhone. O ex-vereador, porém, continua tendo vínculos com a Gardênia, de onde recebe aluguéis de pelo menos 100 imóveis.

O ex-policial civil Wallace de Almeida Pires, vulgo Robocop, morto em julho de 2019, era apontado como sócio de Girão no comando da organização criminosa. Ele teve a prisão preventiva decretada em dezembro de 2009, durante a Operação Perfume de Gardênia, e foi expulso da Polícia Civil em 2012, sob a acusação de integrar a organização criminosa. Em julho de 2019, Robocop e o PM João Ricardo Silva de Souza, do 18º BPM (Jacarepaguá), foram assassinados com pelo menos 18 tiros no bar conhecido como Pensão da Jô, na Rua Soldado Genaro Pedro Lima, no bairro do Anil, em Jacarepaguá, vizinho à Gardênia Azul. Uma das linhas de investigação da polícia é que ambos possam ter sido mortos como queima de arquivo.

Em setembro do ano passado, Girão e Gargalhone foram alvos da operação Déjà vu, que apreendeu documentos da casa de ambos. Entre os investigados pela Delegacia de Homicídios e os Ministério Público do Rio de Janeiro estavam Luiz Paulo de Lemos Júnior, o Chupeta ou Juninho; e o PM Fábio Santana, o Fabio Caveira. Fábio já foi preso pelo desaparecimento da engenheira Patrícia Amieiro, ocorrido em junho de 2008.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos