O portal g1 não noticiou que banqueiros apoiarão Lula em troca de revogação do PIX

O portal de notícias g1 não publicou uma matéria indicando que banqueiros decidiram apoiar o candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, nas eleições de outubro de 2022 em troca da revogação do PIX, ao contrário do que afirmam publicações virais. As postagens, compartilhadas centenas de vezes desde o último dia 29 de julho, são embasadas em uma captura de tela da suposta notícia. No entanto, há discrepâncias entre a imagem e o formato verdadeiro do site, que afirmou não ter feito a publicação. Não há, ainda, qualquer registro de que organizações bancárias tenham feito tal declaração.

“Banqueiros definem apoio à Lula em troca da revogação do PIX”, diz a manchete da suposta matéria, vista na captura de tela compartilhada no Facebook, Instagram e Twitter.

Captura de tela feita em 2 de agosto de 2022 de uma publicação no Facebook ( . / )

A imagem viralizou depois que a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) anunciou, em 27 de julho de 2022, que assinaria um manifesto organizado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) em apoio à democracia e ao sistema eleitoral.

O documento foi elaborado após os ataques de Bolsonaro às urnas eletrônicas e ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em uma reunião com embaixadores em Brasília, em 18 de julho de 2022.

Mas uma busca feita no site do g1 não localizou nenhuma matéria com o título viral, levando somente a um desmentido, no qual se afirma: “O g1 não publicou reportagem com esse título e conteúdo. A imagem é uma montagem obtida por meio de uma manipulação fraudulenta”.

Uma pesquisa realizada no Google com o título da suposta matéria tampouco levou a registros do conteúdo compartilhado nas redes.

A captura de tela viralizada tem elementos que indicam uma manipulação: na tarja vermelha de “Política” faltam o ícone do site e uma lupa usada para buscas. Além disso, na configuração verdadeira, é possível ver a hora em que a notícia foi publicada ao lado da data de divulgação, o que não aparece na imagem compartilhada nas redes. Tampouco há a assinatura do jornalista que teria escrito o texto.

Comparação feita em 2 de agosto de 2022 entre uma notícia publicada pelo g1 (E) e a imagem viral ( . / )

Em campanha, Lula usou seu perfil no Twitter para negar a revogação do PIX caso saia vitorioso das eleições presidenciais.

A imagem viral também afirma que o meio de pagamento “fez com que os banqueiros perdessem bilhões”. Entretanto, Santander, Bradesco, Itaú e Banco do Brasil, os quatro maiores bancos do país, registraram o maior lucro da história no primeiro trimestre de 2022.

Procurada pela AFP, a Febraban afirmou que as alegações que circulam nas redes são falsas.

Esse conteúdo também foi verificado pelos sites Fato ou Fake e Aos Fatos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos