O que é pesquisa estimulada? Entenda a principal dúvida dos brasileiros nas buscas do Google

No caminho para as eleições de outubro, dados reunidos pelo Google Trends a pedido do Pulso mostram as principais questões dos usuários brasileiros em 2022 sobre as pesquisas eleitorais. O Pulso está respondendo a algumas das perguntas mais buscadas no Google sobre o tema para ajudar os leitores a entender como funcionam as sondagens de opinião pública. E a principal dúvida sobre as pesquisas foi “O que é pesquisa estimulada?”. Vamos ver o que isto significa?

Exclusivo: O que os brasileiros mais querem saber sobre pesquisas eleitorais, segundo o Google

O que é uma pesquisa estimulada?

Uma pesquisa estimulada é aquela em que uma lista é apresentada para que os entrevistados escolham alguma(s) das alternativas. No contexto eleitoral, por exemplo, aparecem nomes dos candidatos a uma determinada disputa, para que se escolha uma única opção. Por limitarem as possibilidades de respostas dos entrevistados, são perguntas que ajudam a trazer respostas objetivas e a traçar de forma concreta a evolução do que pensam os entrevistados ao longo do tempo sobre determinado tema ou questão eleitoral, por exemplo. Também fazem os eleitores pensarem de forma comparativa.

Qual a diferença de uma pesquisa estimulada para uma pesquisa espontânea?

Enquanto a pesquisa estimulada apresenta as opções para que o entrevistado escolha as que mais fazem sentido para ele ou ela, na pesquisa espontânea não é dada nenhuma alternativa para ser respondida. Ou seja: o entrevistado pode citar o nome de uma pessoa X ou Y em quem ela queira votar, fora de qualquer lista. Por não apresentar opções, a pesquisa espontânea costuma trazer menos respostas concretas que a estimulada, mas é ao mesmo tempo muito importante para entender o que o eleitorado pensa ou decide espontaneamente sobre um determinado tema. Ou seja, se está ou não envolvido com aquele tema, naquele momento.

Em que ordem se fazem perguntas estimuladas e espontâneas?

Muitos estudos — inclusive de abordagem psicológica — indicam que resultados de pesquisas podem variar muito dependendo da ordem em que as perguntas são feitas. Cada instituto tem sua metodologia, mas é recomendado que se faça primeiro a pergunta espontânea. Isto acontece porque a questão estimulada limita e direciona as ações dos entrevistados, potencialmente podendo influenciar a forma como cada pessoa vai se comportar nas perguntas seguintes.

O que dizem as pesquisas eleitorais hoje?

No meio de tanta informação desencontrada por aí, o Pulso divulga e analisa os resultados das mais importantes pesquisas eleitorais do mercado — como Ipec, Datafolha, Quaest, Ideia e Ipespe — e ajuda a elucidar dúvidas sobre pesquisas e temas de opinião pública importantes para a política e para a sociedade.

Confira outras histórias que possam te interessar para chegar bem informado às eleições deste ano:

Forma de pesquisa, margem de erro, resultados... O ranking das perguntas sobre as pesquisas eleitorais no Google

Famosas no meio político, desconhecidas do grande público: Entenda como funcionam as pesquisas qualitativas

Conheça o Pulso: Tudo sobre as pesquisas eleitorais você acha por aqui