O que ajuda e o que atrapalha reeleição de Bolsonaro, segundo os eleitores

A nova pesquisa Genial/Quaest questionou eleitores brasileiro sobre o que aumenta e o que diminui as chances de ele votarem no presidente Jair Bolsonaro (PL).

As respostas mostram que Bolsonaro tem acertado nas tentativas de se manter vivo na disputa eleitoral, como a criação da chamada “PEC Kamikaze” e a pressão para que governadores reduzam o ICMS, para diminuir o preço dos combustíveis. Com a criação de um subsídio para caminhoneiros, 31% dizem que as chances de votar no presidente aumentam. Caso haja redução do ICMS, 30% veem com bons olhos o voto em Bolsonaro.

Ao mesmo tempo, escândalos envolvendo o governo Bolsonaro jogam contra o presidente e tem forte influencia na redução de chances de que eleitores optem por votar pela reeleição de Bolsonaro. A prisão de Milton Ribeiro, por exemplo, faz com que 39% reduzam as chances de votar em Bolsonaro. Já o assédio de Pedro Guimarães, ex-presidente da Caixa, diminui as chances de voto para 38% dos eleitores.