O que cai na Fuvest

Fuvest

A Fuvest é o maior e mais disputado vestibular de São Paulo. O concurso seleciona alunos para a Universidade de São Paulo (USP) e para a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSC-SP).


As provas são aplicadas em duas etapas:


-Primeira Fase: provas objetivas de Conhecimentos Gerais.


-Segunda Fase: provas discursivas (somente para aprovados na Primeira Fase).


Para quem escolheu Artes, Música, Audiovisual ou Arquitetura ainda existe uma terceira prova, a de Habilidades Específicas, que avalia a aptidão do candidato nesses assuntos.


Na Primeira Fase, que tem 90 questões de múltipla escolha, caem as disciplinas básicas do ensino médio, como Língua Portuguesa, Geografia, Biologia, Física, Historia, Inglês, Matemática e Química.


A Segunda Fase é mais complexa. Durante três dias, o candidato vai encarar as tão temidas provas discursivas.  Nelas, é  preciso mostrar que realmente domina o assunto, pois o objetivo é justamente testar a capacidade de articular ideias sobre o conteúdo abordado. Aqui não tem como contar com a “sorte”!


Mesmo assim, a gente sabe que alguns assuntos caem nas provas da Fuvest quase todo ano. São temas que você pode dar um reforço nos estudos para não ser pego de surpresa nos exames.


Para ajudá-lo, selecionamos alguns dos principais conteúdos que mais caem na Fuvest. Confira!

O que mais cai na Fuvest

O edital da Fuvest traz uma lista gigantesca de assuntos de todas as áreas de conhecimento do ensino médio.  Dentre tantas matérias, alguns assuntos são mais frequentes no maior vestibular de São Paulo:



História


-Grandes civilizações: Egito, Grécia, Roma


-Feudalismo


-Guerras Mundiais


-História do Brasil (da colonização ao cenário atual)


-Política (história e contextos mundiais)




Biologia


-Botânica e Ecologia


-Estrutura e Funções da Célula


-Corpo Humano (geral)


-Genética e Evolução


-Microbiologia


-Física


-Dinâmica (Movimento, Leis de Newton)


-Termodinâmica


-Eletrodinâmica


-Estática


-Ondulatória


-Química


-Química Orgânica


-Cálculo Estequiométrico


-Química Inorgânica


-Tabela Periódica


-Equilíbrio Químico


-Matemática


-Geometria Plana e Analítica


-Funções  (Polinômios, Funções de 1 e 2 graus)


-Combinatória, Probabilidade e Estatística


-Progressões


-Trigonometria


Geografia


-Geografia Geral


-Geopolítica


-Meio Ambiente e Atividade Econômica


-Geografia Brasileira


-População


Língua Portuguesa


-Coerência e Coesão


-Concordância Verbal e Nominal


-Interpretação de texto


-Intertextualidade


-Gramática e Ortografia


Literatura


-Modernismo


-Romantismo


-Realismo


-Naturalismo


Redação (apenas na segunda fase)


-Estrutura do texto dissertativo


-Norma culta da língua portuguesa


-Argumento


-Recursos de texto


Inglês ou Espanhol


-Interpretação de texto


-Vocabulário


-Gramática


-Obras de leitura obrigatória


As obras de leitura obrigatória variam de ano para ano. Na edição mais recente da Fuvest, temos as seguintes:

-A cidade e as serras (Eça de Queirós)
-Capitães da areia (Jorge Amado)
-Memórias de um sargento de milícias (Manuel Antônio de Almeida)
-Memórias póstumas de Brás Cubas (Machado de Assis)
-O cortiço (Aluísio Azevedo)
-Sentimento do mundo (Carlos Drummond de Andrade)
-Til (José de Alencar)
-Viagens na minha terra (Almeida Garrett)
-Vidas secas (Graciliano Ramos)


O que você precisa saber sobre o que cai na Fuvest


A lista de temas que mais caem na Fuvest foi elaborada com base nos assuntos que vêm aparecendo nas provas dos últimos anos. Não indica, no entanto, que tudo isso irá cair na próxima prova. Os tópicos servem mais como um guia para você dar aquela reforçada nos estudos.


A verdade é que, na prática, ninguém consegue prever exatamente o que irá cair na Fuvest. 


Só tem um meio de garantir que você não será pego de surpresa: estudando todos os assuntos pedidos no edital do concurso. A lista é extensa, por isso reserve bastante tempo.  No documento você pode ver em detalhe cada uma das matérias. Acesse o site da Fuvest e confira.




Como fazer a revisão de conteúdo para a Fuvest


Como a lista de matérias pedidas pela Fuvest é muito extensa, é legal buscar meios de estudar de forma mais produtiva, para que você possa refrescar o conhecimento sem se esgotar física e intelectualmente.


Confira essas dicas para melhorar seu desempenho e se preparar melhor para o maior vestibular de São Paulo: 


Tente estabelecer uma rotina de estudos logo no início do ano. É importante encarar esse tempo como um investimento para algo maior. Conforme o vestibular for se aproximando, vá dando prioridade às matérias que você tem mais dificuldade. A segunda fase da Fuvest explora a fundo as matérias específicas do curso escolhido. Por isso é importante se programar para estudá-las também. Procure estudar num ambiente silencioso, sem celulares, tablets, computadores, TV e rádio por perto. Embora a redação da Fuvest não tenha uma abordagem tão atual quanto a do Enem, ter uma visão recente dos acontecimentos do mundo pode fazer uma bela diferença na hora de construir a argumentação do texto. Por isso, mantenha-se sempre bem informado. Leia bastante, principalmente se você tem dificuldades para escrever. Ler ajuda a encadear ideias e estruturar o pensamento. Será uma habilidade preciosa na Segunda Fase. Leia o edital ponto a ponto, especialmente a parte que trata das disciplinas que irão cair no exame. É chato, mas é importante.  Certifique-se de que não deixou nenhum assunto de lado.


Dá para entrar na USP pelo Sisu?


Recentemente a USP passou a aceitar a nota do Enem (via Sisu) como parte do seu processo seletivo. Mas o número de estudantes que entram por esse sistema ainda é pequeno: apenas 13% das vagas. Nem todas as graduações aderiram ao novo método. Medicina, por exemplo, continua a escolher todos os seus alunos pela Fuvest.


Veja também:
Tudo sobre a Fuvest 2016



Como está sua rotina de estudos  para a Fuvest? Conte para a gente nos comentários!