O que comer - e do que passar longe - para aproveitar o Carnaval até o fim

Luiza Belloni
Segundo a nutricionista, ficar muitas horas sem comer e ingerir bebida alcoólica é uma má combinação.

O Carnaval é sinônimo de folia, curtição, paquera e bebida. Mas nem sempre esta combinação dá certo. Horas embaixo do sol, excesso de bebida alcoólica e alimentos contaminados ou estragados podem acabar com os planos de muitos foliões.

Para não ter essa desagradável surpresa, você deve investir na boa alimentação e se hidratar sempre. "As pessoas costumam passar horas em blocos, festas ou nas praias e acabam pulando refeições", diz a nutricionista Fernanda Alves.

Segundo a nutricionista, ficar muitas horas sem comer e ingerir bebida alcoólica é uma má combinação, pois afeta o sistema imunológico. Assim como nas férias, a temporada de Carnaval aumenta o número de casos de intoxicação alimentar e desidratação.

Para não ter problemas nestes dias, siga tais dicas da nutricionista:

Café da manhã reforçado

Como muitos bloquinhos e festas acontecem no horário do almoço, reforce o café da manhã com carboidratos, como pães e cereais, frutas, sucos naturais e proteínas. Se você sabe que vai ficar muito tempo fora de casa, leve algum lanche na bolsa.

Coma carboidrato

O carboidrato vai te dar energia para curtir as festas. Segundo Alves, o folião pode optar por carboidratos como cereais, grãos, massas e pães.

Água, água e mais água

Hidratação é primordial durante a folia. E bebida alcoólica não hidrata ninguém -- muito pelo contrário, ela ajuda na desidratação. Por isso, não se esqueça de beber água, água de coco, suco natural ou até mesmo um picolé de frutas.

Coma antes de beber

Se você pretende ingerir bebida alcoólica, coma algo antes. Dê preferência a uma refeição balanceada.

Vai comer na rua? Fique atento

Continue a ler no HuffPost