O que diz o governo federal sobre estádio do Flamengo no Parque Olímpico

O Flamengo tem um projeto para construir um estádio no Parque Olímpio, na Barra da Tijuca. Neste domingo, o presidente do clube, Rodolfo Landim, inclusive, tem uma reunião com o prefeito Eduardo Paes para tratar sobre o tema. O local, entretanto, não é administrado apenas pelo poder municipal. Parte dele é do governo federal, outras estão sob administração do COB e também da iniciativa privada.

Maracanã: Flamengo e Fluminense formalizam parceria

Entenda: Como é dividido o Parque Olímpico, local de possível estádio do Flamengo

O Governo Federal atua no Parque Olímpico através da Secretaria Especial de Esportes. O órgão, entretanto, diz não precisar ser consultado pelo Flamengo caso o clube concretize a ideia de levantar o seu estádio ali. A região disponível faz parte apenas do espaço que é de propriedade da concessionária Rio Mais. É com eles que o Flamengo precisa se acertar.

Maracanã: Edital de licitação será publicado em julho

A Secretaria Especial de Esportes é responsável por três instalações no Parque Olímpico, as Arenas Cariocas 1 e 2, e também o Complexo de Tênis. A pasta também administrava o Velódromo, mas o equipamento foi devolvido à prefeitura há duas semanas.

Licitação do Maracanã: ex-dirigentes do Flamengo defendem estádio próprio

O governo federal passará a dialogar com o Flamengo, caso provocado, se o projeto precisar avançar sob algum equipamento. Pela planta do Parque Olímpico, a parte que poderia ser utilizada seria a área de aquecimento do tênis.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos