Entenda o que é leucoplasia, que fez Lula passar por procedimento em SP

Lula (Foto: CARLOS COSTA/AFP via Getty Images)
Lula (Foto: CARLOS COSTA/AFP via Getty Images)
  • Exames apontaram inflamação das cordas vocais de Lula e uma leucoplasia na laringe

  • Petista foi internado no domingo (20)

  • Ele recebeu alta hoje

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi internado e passou por um procedimento para a retirada de uma leucoplasia —lesão branca na garganta.

A cirurgia foi bem sucedida e o petista recebeu alta nesta segunda-feira (21). Mas, afinal, o que é leucoplasia?

Como dito acima, a leucoplasia é uma lesão de placas ou manchas brancas que pode se desenvolver na região da laringe, como o caso de Lula, na língua, no interior das bochechas e nas gengivas.

Essa é uma resposta das células da região por conta de várias “agressões”, que podem ser desencadeadas pelo:

  • Tabaco;

  • Consumo frequente de álcool;

  • Refluxo gastrosofágico.

O principal sintoma da leucoplasia é a rouquidão, informou o jornal O Globo.

Mas é possível, ainda, que o paciente tenha a sensação de corpo estranho na garganta, dor ao engolir e fadiga ao falar. A leucoplasia acomete mais os homens acima dos 40 anos de idade.

A lesão teria sido diagnosticada antes da viagem ao Egito, na última semana. O petista foi ao país para participar da COP27, conferência do clima da ONU.

Além da leucoplasia na laringe, exames de rotina teriam apontado uma inflamação das cordas vocais do presidente eleito.

Ficou comprovada também a "completa remissão do tumor diagnosticado em 2011" —naquele ano, Lula teve um câncer na região da laringe. Em 2012, o presidente eleito concluiu o tratamento contra a doença.

A seguir, veja o boletim médico divulgado pelo Hospital Sírio-Libanês, na manhã de hoje:

O Presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva deu entrada ontem, no Hospital Sírio- Libanês, para a realização de uma laringoscopia para retirada de leucoplasia da prega vocal esquerda. O procedimento mostrou ausência de neoplasia.

Ele teve alta hoje, às 7h45, e foi acompanhado pelas equipes médicas coordenadas pelo Prof. Dr. Roberto Kalil Filho, Dr. Artur Katz, Dr. Rubens Brito, Dr. Rui Imamura e Dr. Luiz Paulo Kowalski.