Cintura baixa e cores vibrantes: confira as tendências da moda para 2023

Resumo da Notícia:

  • O que vai estar na moda em 2023?

  • Estilista revela peças-chave que em breve estarão compondo o armário feminino

  • Saiba tendências do mundo fashion que vão viralizar

Depois de muitos desfiles – presenciais e virtuais – nas últimas temporadas, a moda retorna exaltando a hiper feminilidade com peças sensuais, silhuetas marcadas e cores vibrantes que prometem bombar nas próximas estações do ano e também em 2023. A estilista Tausse Daniel revela ao Yahoo com mais detalhes o que está por vir.

Especializada em alta-costura, Tausse acredita que a moda vai se reinventar após o covid-19. Para ela, as principais apostas das passarelas para o próximo ano terão uma certa influência dos hábitos de proteção sanitária adotados durante a pandemia. "Espera-se looks com luvas, balaclavas – que são um gorro ajustado ao pescoço –, macacões bastante justos e com cobertura máxima do corpo", acredita.

Segundo a estilista, o isolamento social influenciou as pessoas a priorizarem o conforto: "As pessoas costumavam optar mais por roupas de alta-costura ou feitas sob encomenda antes da pandemia. Depois de sermos afetados, muitas marcas que faziam o modelo 'pronto para vestir' cresceram, talvez pela dificuldade das pessoas de viajarem ou de comprarem fora do país".

Lingeries e corsets prometem continuar compondo os visuais mais descolados das fashionistas em 2023. A sensualidade ficará em evidência no verão, com transparências e recortes nas peças. "Uma moda que se entendia como vulgar, agora volta sem timidez às passarelas, com roupas coladas, super recortadas e marcadas", aposta.

Tausse Daniel lista também outros estilos em alta nas passarelas: plumas, pedrarias, botas longas acima do joelho, cores vibrantes e cintura baixa, uma moda bem polêmica. Marca italiana de roupas e acessórios femininos de alta moda e subsidiária integral da Prada, a Miu Miu foi um das grifes que se posicionou enfaticamente nesta tendência, de acordo com a estilista: "Ela virá com bastante potência e, provavelmente, vai liderar as tendências na companhia de mini e micro saias".

Mas, calma! Embora essa tendência possa te fazer evocar imagens de Paris Hilton usando um jeans com cintura muito baixa, os millennials não precisam ficar aterrorizados só de imaginar esse retorno. É que as marcas reinventaram as peças com reviravoltas modernas e que as tornaram mais "usáveis". É possível ver isso pelas versões atualizadas da peça com silhuetas mais largas e desleixadas, que tornam o modelito acessível para construir um look fashionista.

Saiba como se manter confortável na moda

Se houve uma prioridade entre as mais estilosas nas últimas temporadas, certamente foi o conforto. Tausse Daniel afirma que seguir as tendências sem ficar desconfortável não é uma tarefa tão difícil assim. "Basta adotar um estilo próprio, clássico de preferência, e seguir as paletas de cores que estão na moda. Na minha ótica, depois de um ano cor de rosa, vamos ter o domínio do vermelho e do verde", diz.

Uma excelente opção e também uma tendência que está em voga são as peças de alfaiataria. A estilista ensina como usar no dia a dia: "Com tênis ou cropped, conferindo um estilo de rua, ou fazendo uma mistura atípica de alfaiataria com jeans, conhecida por estilo hi-ló, que oferece praticidade ao look. Se a pessoa tiver um estilo mais fashionista, pode optar por contrastar o ítem com outra peça que tenha cortes assimétricos ou texturas marcantes".