'A eleição não está ganha', diz Lula

Lula (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
Lula (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue em primeiro lugar em todas as pesquisas de intenção de voto. Mesmo assim, nesta sexta-feira (5), ele disse que a eleição presidencial deste ano “não está ganha”.

Durante participação em evento dedicado à defesa do Sistema Único de Saúde (SUS), realizado em São Paulo, o candidato falou aos participantes que faltam 59 dias para o pleito, e não se pode “descansar um dia” 2 de outubro.

"Sei que não é uma eleição fácil, não é uma eleição que já está ganha. Se vocês quiserem mudar esse país temos 59 dias, que a gente não pode descansar um dia", afirmou Lula a plateia composta por profissionais de saúde.

Aproveitando o espaço, o petista afirmou que o SUS pode ser dividido em antes e depois da pandemia de covid-19 e fez críticas ao atual governo, dizendo que muitas das mais de 700 mil mortes causadas pela doença estão “nas costas” do presidente Jair Bolsonaro (PL).

“Muitos adoeceram, e outros tantos, infelizmente, perderam suas vidas nessa luta, diante da negação da ciência e da omissão criminosa desse desgoverno”, exemplificou.

Lula ainda reclamou que agências reguladoras foram enfraquecidas na gestão atual. Contudo, citou indiretamente que possíveis interferências do governo dele nos órgãos.

"Muitas vezes a gente cria uma agência para ela facilitar e quando o cidadão toma posse, ele acha que manda mais que o ministro, acha que manda mais do que o governo”, contou.

Teto de gastos

O ex-presidente voltou a falar sobre o teto de gastos, projeto sancionado por Michel Temer (MDB), em 2016, que determina que a utilização de recursos pela gestão será equivalente ao Orçamento do ano anterior.

Lula afirmou que o modelo serve para “tirar dinheiro dos pobres para dar aos ricos”, e garantiu que, em um futuro governo dele, “não haverá teto de gasto em lei” no país.

Veja como foram as últimas pesquisas eleitorais de 2022:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos