O que o Brasil precisa para vencer a Itália e chegar às oitavas de final da Copa feminina

Equipe HuffPost
Marta comemora gol ao lado de Cristiane e outras jogadoras na partida contra a Austrália na Copa feminina da França.

Nesta terça-feira (18), na cidade francesa de Valenciennes, a seleção brasileira entrará em campo na Copa do Mundo de Futebol feminino em busca de ao menos um empate contra a Itália, que não se classificava há 20 anos para o Mundial, mas promete ser forte adversária para o Brasil. A partida será transmitida a partir das 16h de Brasília.

Após vencer a Jamaica por 3 a zero e perder para a Austrália por 3 a 2, a seleção brasileira não está em posição tão confortável para passar para as oitavas de final. No entanto, uma derrota não significará desclassificação imediata - isso porque o resultado de outros grupos também influenciará.

Segundo o regulamento do Mundial, se classificam para as oitavas de final as seguintes equipes:

- As duas melhores equipes de cada grupo;

- As quatro melhores terceiras colocadas entre os seis grupos.

No último fim de semana, as goleadas da Suécia sobre a Tailândia, por 5 a 1, e dos EUA sobre o Chile, por 3 a 0, ambas no Grupo F, encerraram a segunda rodada da fase de grupos e ampliaram as chances de a seleção brasileira se classificar para as oitavas de final.

Pelos resultados até o momento, a seleção brasileira, que já acumula três pontos, precisa apenas de um empate contra a Itália, pela última rodada da fase de grupos, para garantir sua vaga.

Essa tarefa se tornou mais fácil para as brasileiras justamente devido as resultados dos grupos E e F. Em ambos os casos, os terceiros lugares fecharam a segunda rodada sem somar quatro pontos.

Uma vitória contra a Itália seria importante, contudo, para que a seleção brasileira se classificasse na segunda posição de seu grupo para as oitavas de final, o que determina as próximas adversárias.

Para que isso aconteça, além de vencer a Itália por dois gols, a equipe teria que torcer para que, também nesta terça, a favorita Austrália não vença a Jamaica ― que está na lanterna do Grupo C, e deixe o Brasil com saldo de gols favorável. O cenário,...

Continue a ler no HuffPost