O que o rei Charles 3º disse em seu primeiro discurso à nação?

Rei Charles fez seu primeiro discurso na tarde de sexta
Rei Charles fez seu primeiro discurso na tarde de sexta

O rei Charles 3° se dirigiu pela primeira vez à nação.

Ele fez seu discurso no Palácio de Buckingham na tarde de sexta-feira (9/9) após a morte da sua mãe, a rainha Elizabeth 2ª, na quinta (8/9).

Foi parte da cerimônia realizada em homenagem à rainha na tarde de sexta na Catedral de São Paulo que teve a presença de políticos como a premiê britânica, Liz Truss, o líder da oposição, Keir Starmer, e o prefeito de Londres, Sadiq Khan.

Centenas de membros do público britânico também estiveram na cerimônia.

Mais cedo, muitas pessoas se reuniram em frente ao Palácio de Buckingham para deixar flores e fazer suas homenagens à rainha, que morreu aos 96 anos.

Veja abaixo alguns dos principais momentos do discurso.

1. Ele prestou homenagem à sua falecida mãe

O rei Charles começou seu discurso com uma homenagem à sua falecida mãe, a rainha.

Ele a descreveu como "uma inspiração" e "um exemplo" para ele e toda a sua família.

"Nós temos com ela a mais sincera dívida que qualquer família poderia ter com sua mãe; por seu amor, afeto, orientação, compreensão e exemplo."

Ele disse que ela teve uma vida bem vivida e acrescentou que "seu falecimento é lamentado profundamente".

The British Broadcasting Corporation

2. Ele mencionou a nação e a Commonwealth

Membros do público se reuniram na Catedral de São Paulo para a cerimônia
Membros do público se reuniram na Catedral de São Paulo para a cerimônia

O rei Charles não apenas falou apenas sobre o luto que sua família vive com o falecimento da rainha, mas também sobre o impacto sobre a nação e além dela.

"Junto com o luto pessoal, que toda a minha família vive, nós também compartilhamos com tantos de vocês no Reino Unido e em todos os países onde a rainha era chefe de Estado, na Commonwealth e pelo mundo, um profundo senso de gratidão pelos mais de 70 anos que a minha mãe, como rainha, serviu ao povo de tantas nações", disse ele.

"Eu sei que sua morte traz grande tristeza a muitos de vocês e eu compartilho desse sentimento de perda, além de qualquer medida, com todos vocês."

The British Broadcasting Corporation

3. Ele falou sobre seu papel como monarca

Crianças veem o discurso do rei Charles
O discurso do rei Charles visto pela TV

Durante seu discurso, o rei Charles também falou sobre as responsabilidades que ele assumirá como o novo chefe de Estado.

"O papel e as responsabilidades da monarquia também permanecem, assim como a relação particular e a responsabilidade do soberano com a Igreja da Inglaterra - a igreja na qual minha fé é profundamente enraizada", ele disse.

"Nessa fé, e nos valores que a inspiram, eu fui criado para apreciar um sentimento de responsabilidade com os outros, e manter o maior respeito às preciosas tradições, liberdades e responsabilidades de nossa história única e nosso sistema de governo parlamentarista."

"Como a própria rainha fez com inabalável devoção, eu também agora solenemente juro, durante o tempo que Deus me conceder, defender os princípios constitucionais que estão no coração de nossa nação."

"E onde quer que você viva no Reino Unido, ou nos reinos e territórios pelo mundo, e qualquer que seja a sua formação ou crença, eu devo me empenhar a servir a você com lealdade, respeito e amor, assim como tenho feito durante a minha vida."

A nova premiê britânica Liz Truss fez um discurso durante a cerimônia
A nova premiê britânica Liz Truss fez um discurso durante a cerimônia

4. Ele falou sobre sua família

O rei mencionou sua família em seu discurso e também destacou alguns dos papéis-chave que eles vão assumir.

Sua esposa Camilla agora é rainha consorte enquanto seu filho William se torna o príncipe de Gales.

"Como meu herdeiro, William agora assume os títulos escoceses que significaram tanto para mim."

"Ele me sucede como duque da Cornualha e assume as responsabilidades do Ducado da Cornualha que eu assumi por mais de cinco décadas."

"Hoje, eu estou orgulhoso de torná-lo príncipe de Gales, Tywysog Cymru, o país cujo título eu tenho sido tão privilegiado de manter durante muito da minha vida e dever."

Ele também mencionou seu segundo filho, Harry, no discurso.

"Eu também quero expressar o meu amor a Harry e Meghan enquanto eles continuam a construir suas vidas no exterior."

O arcebispo da Cantuária Justin Welby
O arcebispo da Cantuária, Justin Welby, finalizou a cerimônia com uma leitura e uma bênção

5. Ele encerrou de forma emocionada

O rei concluiu seu discurso no palácio agradecendo sua mãe por tudo o que ela fez durante a sua vida.

"E para minha querida mamãe, quando você começa sua última grande jornada para se juntar ao meu querido falecido papai, eu quero simplesmente dizer isso: obrigado a você."

"Obrigado pelo seu amor e sua devoção à nossa família e à família de nações que você serviu tão diligentemente todos esses anos."

"Que 'revoadas de anjos cantando te acompanhem ao teu repouso'."

The British Broadcasting Corporation

Análise do correspondente real Sean Coughlan

Foi um discurso intenso e pessoal do rei Charles, cheio de pura emoção sobre sua família em um momento de luto.

Incluiu um anúncio importante sobre o príncipe William e Kate se tornarem o príncipe e a princesa de Gales, passando o bastão para a próxima geração.

Mas talvez mais comovente foi prestar homenagem a duas mulheres no centro de sua vida - sua mãe, a rainha, e sua "querida esposa" Camilla.

Ele falou sobre sua "profunda tristeza" na perda de sua mãe, sua "vida bem vivida" e "seus sacrifícios pelo dever", se atendo firmemente ao seu senso de compromisso através de décadas de grandes mudanças sociais.

O novo rei também elogiou a "firme devoção" da nova rainha, sua esposa Camilla, deixando claro o importante e não-negociável papel que ela tem em sua vida.

Houve também uma expressão de amor por "Harry e Meghan enquanto eles continuam a construir suas vidas no exterior."

Outra clara mensagem passada foi que Charles estaria por aqui por um longo prazo, que o trono seria um compromisso de uma vida para ele, por todo o "tempo que Deus me conceder".

Mas foi também um importante discurso que estabeleceu um tom sem nenhuma pompa, prometendo mais servir do que comandar. Também tocou em duas de suas paixões: Shakespeare e religião.

Apesar de nada ser acidental no mundo da realeza. E o discurso no Palácio de Buckingham teve seu próprio deliberado simbolismo.

Ele falou em um local usado pela sua mãe para as mensagens de Natal junto a um ramalhete de ervilhas-de-cheiro e alecrim para representar memória.

E na base do vaso havia três corgis.