O que você precisa saber para começar a quarta-feira

Carlos Bolsonaro gerou muita repercussão após declaração no twitter - Foto: Renan Olaz / Divulgação CMRJ

Reações à fala de Carlos Bolsonaro, Crivella recebe recado indigesto e “nova CPMF” assusta brasileiros.

Confira o que você precisa saber para começar a quarta-feira (11):

Tentativa de explicação

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), justificou sua afirmação de que, por vias democráticas, não haverá as mudanças rápidas desejadas no país. Ele chamou jornalistas de "canalhas" por terem, segundo ele, interpretado a frase de forma errada. Carlos afirmou que trata-se de uma justificativa aos que pedem mudanças urgentes e que não quis dizer que defende a ditadura.

Repercussões

A fala de Carlos Bolsonaro gerou muitas reações no país. Diversos nomes o criticaram: Rodrigo MaiaJoão Dória, Ciro GomesFelipe Santa Cruz. Seu irmão Eduardo Bolsonaro, no entanto, o defendeu.

Conselho quer ouvir Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva terá uma audiência com membros do Conselho Nacional de Direitos Humanos. A autorização para a visita do órgão à PF (Polícia Federal) foi concedida pela juíza Carolina Lebbos.

Recado ao prefeito do RJ

Depois de a história em quadrinhos "Vingadores: a cruzada das crianças" ser alvo de censura do prefeito Marcelo Crivella e esgotar das prateleiras da Bienal do Rio, os fãs brasileiros não hesitaram em ir até as redes sociais do ilustrador Jim Cheung contar as novidades. Ele respondeu, irônico: "Eu deveria contratar o prefeito do Rio de Janeiro para promover meu próximo livro".

Nova CPMF?

O governo planeja em sua proposta de reforma tributária que saques e depósitos em dinheiro sejam taxados com uma alíquota inicial de 0,4%. A cobrança integra a ideia do imposto sobre pagamentos, que vem sendo comparado à antiga CPMF.