O que você precisa saber para começar a quarta-feira

Foto: REUTERS/Adriano Machado

Bolsonaro anuncia que deixará o PSL para inaugurar nova sigla, Lula já trabalha em articulações políticas e novos episódios da crise política na Bolívia.

Confira o que você precisa saber para começar a quarta-feira (13):

Bolsonaro deixa o PSL

O presidente Jair Bolsonaro anunciou que deixará o PSL e espera criar uma nova legenda até março de 2020. Flávio Bolsonaro, senador pelo Rio de Janeiro, já protocolou a saída do PSL junto ao Tribunal Superior Eleitoral. O deputado federal Eduardo Bolsonaro revelou até o logo da nova legenda e falou em ‘momento histórico’.

Lula atuante

Solto desde a última sexta-feira (8), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se dedica pessoalmente à montagem de palanques onde possa atuar na disputa municipal de 2020. Em conversas travadas desde sábado (9), quando recebeu líderes petistas na sede do Sindicato do Metalúrgicos do ABC, Lula tem estimulado o lançamento de candidaturas próprias nas capitais e cidades onde existe a possibilidade de segundo turno, mas sem afastar a hipótese de coligação com candidatos de oposição ao governo de Jair Bolsonaro.

Offline

Três contas de Carlos Bolsonaro, vereador do Rio de Janeiro pelo PSC e filho do presidente Jair Bolsonaro, nas redes sociais amanheceram desativadas. Suas páginas no Twitter, no Facebook e no Instagram estão fora do ar. Assíduo nas redes, ainda não se sabe se as contas foram excluídas ou se foram suspensas por algum motivo. O segundo filho do presidente também foi o responsável por operar as contas do ex-capitão do Exército durante sua campanha eleitoral em 2018.

Mudança para o trabalhador

O programa Verde Amarelo, lançado pelo presidente Jair Bolsonaro deve reduzir em até 80% a verba do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) a que o trabalhador tem direito. O cálculo considera a soma dos valores depositados no FGTS (Fundo de Garantia do Trabalhador) pelo empregador e a multa aplicada sobre esse total em caso de demissão sem justa causa na comparação entre a regra atual e a nova modalidade.

Crise política na Bolívia

Após renunciar, Evo Morales deixou a Bolívia e chegou à Cidade do México, onde receberá asilo político. Ele chegou acompanhado de Álvaro García Linera, seu vice-presidente, que também renunciou ao mandato no último domingo, além de representantes do corpo diplomático mexicano. Horas depois, na Bolívia, a senadora Jeanine Áñez se declarou presidente interina do país.

Racismo em Minas Gerais

Acusados de praticar injúria racial contra o segurança Fábio Coutinho no último domingo (10), os irmãos Adrierre Siqueira da Silva, de 37 anos, e Natan Siqueira Silva, de 28, prestaram depoimento no Departamento de Operações Especiais (Deoesp), em Belo Horizonte, nesta segunda e falaram com a imprensa pela primeira vez após o acontecido. Adrierre, que cuspiu no segurança e disse “Olha sua cor”, disse estar arrependido pelo que falou. O outro irmão, Natan, negou que tivesse chamado o segurança de macaco.