O que você precisa saber para começar a quinta-feira

Foto: REUTERS/Adriano Machado

Bolsonaro recebe ministros em encontro polêmico, deputada do PSL admite uso de "laranjas" na eleição e IBGE registra recorde triste para o Brasil.

O que você precisa saber para começar a quinta-feira (17):

Encontro polêmico

O presidente Jair Bolsonaro recebeu três ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) no Palácio do Planalto na véspera do julgamento que começa nesta quinta-feira (17) e que pode reverter o atual entendimento da Corte sobre a prisão após condenação em segunda instância. Resultado por beneficiar, entre outros, o ex-presidente Lula.

Doria irritado

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), discutiu com manifestantes que apoiam o presidente Jair Bolsonaro (PSL) durante evento em Taubaté, interior paulista. "Vai pra casa, vagabundo! Vai comer sua mortadela com a sua mãe, seu sem vergonha", chegou a gritar o tucano em resposta a críticas dos bolsonaristas.

Confissão

Durante uma sessão realizada na Câmara, a deputada federal Dra. Soraya Manato (PSL-ES) tomou a palavra e admitiu que seu partido fez uso de “laranjas” nas eleições do ano passado. A parlamentar pediu a palavra ao presidente da casa, Rodrigo Maia, e, além de citar seu próprio partido, envolveu diversas outras siglas na denúncia.

Derrota para população LGBT

O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou por 284 votos a 114 uma emenda do deputado Paulo Pimenta (PT-RS) que tinha por objetivo incluir os direitos da população LGBT nas políticas de minorias do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos comandado por Damares Alves. De acordo com a proposta, rejeitada pelo chamado “centrão” e parlamentares da base do governo de Jair Bolsonaro, a pasta de Damares Alves deveria se responsabilizar pelas diretrizes do poder público também para essa minoria.

Recorde triste

O rendimento médio mensal do 1% mais rico da população brasileira atingiu, em 2018, o equivalente a 33,8 vezes o ganho obtido pelos 50% mais pobres. No topo, o rendimento médio foi de R$ 27.744; na metade mais pobre, de R$ 820. A diferença entre os rendimentos obtidos pelo 1% mais rico e dos 50% mais pobres no ano passado é recorde na série histórica da PNADC (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua) do IBGE, iniciada em 2012.

Prejuízo para o Fla

O Flamengo poderia ter ganhado ainda mais dinheiro com bilheteria no primeiro semestre. Por causa do contrato com o consórcio que geria o Maracanã até abril, o Rubro-Negro deixou de embolsar mais de R$ 26 milhões com bilheteria. Pelo menos existe uma boa notícia para o torcedor do Fla: desde que o clube assumiu a gestão do estádio junto com o Fluminense, o lucro passou a ser bem maior, com até R$ 1,9 milhão entrando em jogo lotado no Brasileirão.