O que você precisa saber para começar a quinta-feira

Presidente Jair Bolsonaro (PSL) se recuperando de cirurgia em São Paulo - Foto: Facebook/Reprodução

Repercussões acerca da possível volta do CPMF, estado de saúde do presidente Jair Bolsonaro e Coaf de olho em deputado do PSOL.

Confira o que você precisa saber para começar a quinta-feira (12):

Retorno da CPMF?

O presidente Jair Bolsonaro descartou, em mensagem no Twitter, a recriação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) ou o aumento da carga tributária. De acordo com o presidente, a exoneração do secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra, foi um pedido dele mesmo, pelo desejo de Cintra de recriar a CPMF.

Saúde do presidente

O presidente Jair Bolsonaro teve a dieta líquida cortada e voltou a se alimentar por meio endovenoso dois dias depois de se submeter a uma cirurgia para correção de uma hérnia que surgiu na região do abdômen. A volta à alimentação pelas veias aconteceu devido à dificuldade de retorno à movimentação intestinal, principalmente por causa da alta quantidade de ar em seu estômago e intestino.

De olho em Carlos Bolsonaro

CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) das Fake News vai convocar o vereador licenciado Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) para prestar depoimento. A afirmação partiu da deputada federal Lidice da Mata (PSB-BA), relatora da CPMI. O filho do presidente, desde o início da gestão do pai, vem arrumando muitas polêmicas, principalmente em suas redes sociais.

Deputado na mira do Coaf

Um relatório do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) apontou que deputado federal David Miranda (PSOL-RJ) realizou “movimentações atípicas” de R$ 2,5 milhões em sua conta bancária, entre 2 de abril de 2018 e 28 de março de 2019. A informação do Coaf foi enviada ao MPE (Ministério Público Estadual) do Rio dois dias depois de o site The Intercept Brasil começar a divulgar mensagens atribuídas aos procuradores da força-tarefa da Lava Jato.

Cenário de guerra

A Polícia Militar do Rio de Janeiro realizou uma operação na Cidade de Deus, na zona oeste da cidade. Imagens mostram homens armados com fuzis fugindo em fila da comunidade por uma área de vegetação densa. Alguns deles estavam vestindo roupas camufladas, e carregavam armas e mochilas.