O time do ano da Champions League em 2019, de acordo com a UEFA

Antonio Mota Filho

A UEFA revelou em sua mídia oficial o ‘Time do Ano’ formado pelos onze jogadores ideais da Liga dos Campeões em 2019. A equipe foi montada através de votação popular e contou com mais de 2 milhões de votos. A formação escolhida foi 4-2-4, com predominância dos atletas do Liverpool e sem nenhuma estrela de Real Madrid ou do finalista Tottenham.


O sistema defensivo foi composto majoritariamente por atletas da equipe campeã comandada por Jürgen Klopp, sendo o goleiro brasileiro Alisson Becker, o lateral-direito Alexander-Arnold, os zagueiros holandeses Van Dijk e De Ligt (da Juventus), e o lateral-esquerdo Robertson.


A formação escolhida não favoreceu aos jogadores que atuam no meio campo e apenas o craque belga De Bruyne, do Manchester City, e a jovem revelação neerlandesa De Jong, do Barcelona, conquistaram uma vaga no estrelado time de astros do futebol europeu.

Lionel Messi
Lionel Messi

Por outro lado, os atacantes tiveram quatro vagas para disputar e jogadores de quatro potências do Velho Continente conseguiram seu espaço: Messi, do Barcelona, Cristiano Ronaldo, da Juventus, Lewandowski, do Bayern de Munique, e Mané, do Liverpool.

A Holanda teve três representantes entre os onze ideais e foi o país com mais figuras no time. O Liverpool cedeu cinco astros e foi o clube com mais estrelas na ‘seleção’ do ano. A equipe dos torcedores contou ainda com sete jogadores recém-chegados em seus clubes.