Obras de drenagem na avenida Borges de Medeiros são concluídas e trânsito volta ao normal na Lagoa

As obras de drenagem da avenida Borges de Medeiros, na Lagoa, Zona Sul do Rio, foram concluídas na noite de sexta-feira (30) e o trânsito voltou a seguir o curso normal da via, com o fim dos desvios na manhã de sábado (31), após liberação da CET-Rio. Os trabalhos foram iniciados em agosto, custaram cerca de R$ 3 milhões e foram realizados ao longo de 350 metros, em ambos os sentidos da avenida, na altura do Parque dos Patins. O local era considerado pelo Centro de Operações Rio (COR) um dos pontos críticos de alagamento da cidade em dias chuvosos.

— A Borges de Medeiros na altura do Parque dos Patins era considerada um ponto crítico de alagamento em dias de chuvas fortes e agora recebeu novas galerias de drenagem — disse Jessick Trairi, secretária municipal de Infraestrutura.

A obra faz parte das ações estratégicas do Plano Verão, pacote de ações preventivas desenvolvido pela prefeitura do Rio e que tem como objetivo minimizar os impactos das chuvas. O local era considerado pelo Centro de Operações Rio um dos pontos críticos de alagamento da cidade em dias chuvosos.

Além da avenida Borges de Medeiros, a estrada da Pedra, em Guaratiba, na Zona Oeste, também recebeu obras de drenagem, concluídas em novembro. O local — que registrava alagamentos constantemente — passou ainda por uma revitalização do pavimento, das calçadas e dos meios-fios. As obras custaram R$ 2,1 milhões. Na Rua Alexandre Calaza, em Vila Isabel, na Zona Norte, os trabalhos de recuperação do sistema de drenagem devem ser concluídos nos próximos meses. As intervenções ocorrem em uma área de 6,1 mil metros quadrados.