Obras de surfista e artista que têm as ondas como marca registrada chega a São Paulo

·2 min de leitura

RIO — São as ondas que inspiram o artista visual Alex Persson, e foram elas que levaram seu trabalho para São Paulo. Os quadros “Visões da cidade” e “Memórias Rio-São Paulo” estão na exposição coletiva “Arte que nos une”, organizada pela Up Time Art Gallery e em cartaz no Centro Cultural dos Correios da capital paulista até 11 de dezembro. A curadora, Marisa Melo, conheceu o trabalho de Persson pela internet, e assim começaram as negociações. No ano que vem, ele deve expor em dois locais no Rio e mais uma vez em São Paulo.

—A minha arte é como a canção de Lulu Santos “Como uma onda”. Figurativa, apontando para mais de uma direção, com movimento. “Memórias Rio-São Paulo” foi um encomenda de um carioca que se mudou para São Paulo; por isso as duas cidades estão unidas. Já “Visões da cidade” foi feito para a exposição, e tem uma onda desenhada de forma implícita, porque essa é a minha assinatura — explica o artista.

Nascido em Vaz Lobo, o carioca de 45 anos escolheu a Taquara para morar após se casar. Sua história com a arte vem desde a infância. Formado em Design Industrial, ele garante que não se preocupa se vão gostar do que faz e muito menos se comprarão. Diz que só põe na tela o que vem de dentro:

— A paixão pelas ondas me levou a praticar bodyboard, e a sensação de surfar e a de pintar para mim são a mesma. É um mix de prazer com estar relaxado, sinto alegria. Por isso conectei o mar com a pintura. Além disso, o surfe me ajuda a renovar as energias e me deixa mais criativo.

Antes de fazer aulas de pintura e aquarela, Persson desenhava com canetinhas. Por volta dos 14 anos, começou a reproduzir as manobras de atletas e a pintar para eles sob encomenda. Aos 16, fez a logomarca do atleta Guilherme Tâmega.

— Em 1991, o Circuito de Bodyboard foi todo estampado com desenhos de canetinha que eu tinha feito. Com o tempo, meus traços amadureceram. Na faculdade, aprendi a usar o computador como ferramenta e fiz a programação visual de grandes eventos esportivos, misturando ilustração e design. Hoje, mesclo essas duas linguagens em um trabalho mais figurativo — afirma.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos