"Ocean Viking" atracou no porto de Toulon em França

Termina a batalha que se prolongou durante mais de duas semanas. O navio humanitário Ocean Viking, proibido de atracar em portos italianos, chegou esta sexta-feira ao porto de Toulon, em França. As 234 pessoas a bordo, incluindo 57 crianças, são acolhidas por por razões humanitárias, numa medida de exceção de Paris.

França vai avaliar também todas as consequências da atitude italiana sobre os outros aspetos da relação bilateral.

Nove países europeus comprometeram-se a receber os migrantes resgatados no Mediterrâneo. Para além de França, Portugal, Alemanha, Croácia, Roménia, Bulgária, Lituânia, Malta, Luxemburgo e Irlanda também vão receber migrantes em nome da "solidariedade europeia". No entanto, quem não preencher os critérios para os requerentes de asilo será deportado.