Ochoa defende pênalti de Lewandowski em empate em 0 a 0 entre México e Polônia

Depois de muitos gols e jogos animados, a Copa do Mundo do Catar emplacou dois jogos seguidos sem bola nas redes. Depois de Dinamarca e Tunísia, México e Polônia ficaram no 0 a 0. Além disso, no duelo de um goleiro que já virou lendário em Mundiais contra um atacante duas vezes eleito o melhor jogador do mundo, levou a melhor o que tem como ganha pão evitar que seu gol seja vazado.

Aos dez minutos do segundo tempo, Lewandowski, em raro lance de perigo dentro da área, dividiu espaço com o zagueiro mexicano Héctor Moreno e caiu. Num primeiro momento, o australiano Chris Beath mandou seguir. Mas com auxílio do VAR, marcou pênalti.

Após a batida, o cenário da partida e também em Mundiais se manteve como estava. Ochoa, que já é considerado uma lenda em Copas do Mundo pelas atuações no Brasil, em 2014, e na Rússia, em 2018, pulou em seu canto esquerdo para fazer a defesa e garantir um ponto para o México. Já Lewandowski, que passou em branco nos três jogos do último Mundial, seguiu sem marcar em Copas do Mundo.

Além desse, que foi o lance ápice da partida, faltou ideias ofensivas para México e Polônia. De um lado, os mexicanos tiveram maior posse da bola — 49% contra apenas 32% dos poloneses —, mas não tiveram quem infiltrasse para concluir as jogadas no último terço. Já do outro, os europeus tinham Lewandowski, mas faltou quem criasse as oportunidades para o centroavante concluir a gol.

Com o resultado, a surpreendente Arábia Saudita garantiu a primeira colocação do grupo C ao fim da primeira rodada. No dia 26, os poloneses enfrentam os líderes em jogo vital para manter vivo o sonho da próxima fase. Já os mexicanos enfrentam os argentinos e, se não perderem, ficam muito perto das oitavas de final.