Ocidente não honra compromisso de facilitar exportações russas de alimentos, diz chanceler

Sergei Lavrov em Moscou

(Reuters) - O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, disse nesta terça-feira que o Ocidente não está honrando sua promessa de ajudar as exportações russas de alimentos e fertilizantes a chegarem aos mercados globais, levantando possíveis questões sobre o compromisso da Rússia com um acordo histórico de grãos firmado com a Ucrânia.

Lavrov disse que o Ocidente não relaxou as sanções para tornar mais fácil para a Rússia enviar seus produtos agrícolas ao exterior. Moscou via o compromisso como parte fundamental de um acordo de julho intermediado pelas Nações Unidas e pela Turquia para encerrar um bloqueio às exportações de grãos da Ucrânia a partir de seus portos do sul e aliviar uma iminente crise alimentar global.

"Nossos colegas ocidentais não estão fazendo o que nos foi prometido pelo secretário-geral da ONU", declarou Lavrov em entrevista coletiva em Moscou.

"Eles não estão tomando decisões para remover as sanções logísticas que impedem o livre acesso de grãos e fertilizantes russos aos mercados mundiais."

Moscou diz que as sanções ocidentais dificultam o transporte e o seguro de suas cargas, apesar de não visarem diretamente suas exportações de alimentos e fertilizantes.

Lavrov disse que estava em contato com a ONU e pressionando o órgão mundial para garantir que os países ocidentais mantivessem sua parte no acordo de grãos.

O acordo continua sendo o único avanço diplomático significativo na guerra de seis meses lançada pela Rússia contra a Ucrânia.

(Reportagem da Reuters)

((Tradução Redação São Paulo))

REUTERS TR