Ocupação Carlos Marighella luta por direito à moradia na Bahia

Eram os anos 90 quando o Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) iniciou um levante para garantir o direito à moradia digna para famílias sem-teto e em situação de vulnerabilidade. Por meio das ocupações de prédios abandonados, a ideia de democratizar o acesso à propriedade de terra e a defesa pela reforma urbana tem impulsionado o Movimento a chamar atenção para as desigualdades sociais que marcam territórios como o centro histórico de Salvador, onde cerca de 200 famílias da Ocupação Carlos Marighella estão abrigadas em uma antiga escola estadual, abandonada há 12 anos. A Alma Preta esteve na ocupação para conhecer as principais reivindicações.

Repórter: Dindara Ribeiro

Artes: Dora Lia

Supervisão de reportagem: Lenne Ferreira

Supervisão de edição: Yago Rodrigues

Captação e edição: Iago Augusto

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos