Ocupação de UTI Covid em hospitais privados cai 20 pontos percentuais em comparação com março

·1 minuto de leitura

RIO — Um levantamento da Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp) mostra que a ocupação das UTIs Covid caiu 20 pontos percentuais em comparação com março, quando 97% das unidades de terapia intensiva destinada a pacientes com coronavírus estavam ocupadas. Agora, o índice é de 76,56%.

A análise mostra que a ocupação está em queda pelo terceiro mês consecutivo. Em abril, a taxa era de 92,90%. Já em maio, foi de 82,95%.

O ocupação de alas (enfermarias) destinadas à Covid-19 também caiu em comparação à março. No mês passado foi de 70,29%, uma redução de 19 pontos percentuais em relação ao pico, que foi de 89,60%. No entanto, a queda entre estes dois meses não foi linear. Enquanto abril registrou 71,10% de ocupação, maio teve um pequeno aumento, passando para 72,23%.

Na avaliação de Antônio Britto, diretorexecutivo da Anahp, a queda de pacientes internados com o novo coronavírus acompanha o crescimento da imunização no Brasil.

— Apenas com a vacinação poderemos reduzir o número de casos graves que exigem internação, muitas vezes em leitos de UTI, e que podem até ser fatais. Mesmo com a melhora do cenário, a pandemia não acabou e ainda há muito a ser feito — afirma.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos