OEA e Facebook irão cooperar em integridade eleitoral, pós-covid e direitos humanos

·2 minuto de leitura
(Arquivo) Foto para ilustração feita em 17 de fevereiro de 2019 mostra o logotipo do Facebook exibido em um tablet em Paris

A Organização dos Estados Americanos (OEA) e o Facebook assinaram um acordo-quadro de cooperação que focará inicialmente em três aspectos: integridade eleitoral, recuperação econômica pós-covid e liberdade de expressão, afirmaram ambas as partes nesta segunda-feira (22).

A iniciativa prevê o desenvolvimento e implementação de projetos de pesquisa, programas de treinamento, capacitações e divulgação de estudos em áreas de interesse mútuo na região das Américas, segundo um comunicado.

O objetivo é continuar melhorando as respostas a questões como a desinformação, a transparência eleitoral, a liberdade de expressão e a proteção dos defensores dos direitos humanos, visando um debate mais plural, afirma o texto.

O secretário-geral da OEA, Luis Almagro, e o vice-presidente de Assuntos Globais e Comunicações do Facebook, Nick Clegg, firmaram o convênio em cerimônia por videoconferência após uma reunião de trabalho entre suas equipes.

“No Facebook, vemos um parceiro que compartilha nossos objetivos para as Américas e com quem podemos trabalhar de forma produtiva para o bem dos cidadãos de nossa região”, disse Almagro, celebrando “o início de uma parceria frutífera”.

“Estamos cientes dos desafios que a região enfrenta e da importância da tarefa da OEA de fortalecer a democracia e os direitos humanos nas Américas. Essa aliança fortalece nosso trabalho”, declarou Clegg.

Fontes da secretaria da OEA disseram à AFP que o que foi acordado estabelece as bases para qualquer colaboração entre o órgão regional e o gigante das redes sociais, e que o interesse em concretizar o pacto "foi e é mútuo".

Criada em 1948, a OEA é um foro político e de integração regional que busca consolidar a democracia, promover os direitos humanos e a segurança multidimensional e apoiar o crescimento sustentável nos 35 países das Américas.

O Facebook, conglomerado de plataformas sociais globais nascido em 2004, é uma das principais empresas de tecnologia do mundo, que controla, entre outros, o WhatsApp e o Instagram.

ad/dga/ic/mvv