Offshore de Guedes em paraíso fiscal: oposição quer que MPF investigue

·2 minuto de leitura
O ministro da Economia, Paulo Guedes (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
O ministro da Economia, Paulo Guedes (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
  • Parlamentares de oposição querem acionar o MPF para que Guedes seja investigado

  • Reportagem revelou que ele e o presidente do Banco Central têm empresas em paraísos fiscais

  • Guedes também poderá ser convocado a dar explicações em audiência na Câmara dos Deputados

Parlamentares de oposição acionaram o Ministério Público Federal para que o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, sejam investigados por terem empresas em paraísos fiscais.

Guedes também poderá ser convocado a dar explicações em audiência na Câmara dos Deputados.

Reportagem da revista Piauí e outros veículos revelou que ambos mantinham offshores nesses locais mesmo depois de ocuparem seus cargos no governo federal, o que pode configurar conflito de interesses.

A apuração jornalística denominada de Pandora Papers foi feita a partir do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos.

O deputado federal Marcelo Freixo (PSB-RJ) fez o anúncio nas redes sociais. "Eu e os demais líderes da oposição na Câmara vamos acionar o MPF para que Paulo Guedes e Roberto Campos Neto sejam investigados por manterem empresas num paraíso fiscal. A legislação brasileira proíbe que membros da cúpula do governo mantenham esse tipo de negócio".

Leia também:

O parlamentar também questionou a manutenção de Guedes no cargo. "Em qualquer governo sério, Paulo Guedes já teria sido demitido por ter empresa num paraíso fiscal. Mas o que esperar de Bolsonaro, um sujeito que usou os próprios filhos para roubar dinheiro público?", completou.

O deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) classificou o caso como "gravíssimo". "Convocaremos o ministro na Câmara dos Deputados para prestar esclarecimentos", afirmou.

A deputada Sâmia Bonfim (PSOL-SP) também se manifestou nas redes sociais sobre a revelação. "Investigação da #PandoraPapers revelou que Paulo Guedes possui uma offshore milionária em paraíso fiscal no Caribe. Enquanto o povo faz fila pra comprar osso, nosso ministro da economia lucra com a alta do dólar. Esse é o Brasil de Bolsonaro".

Já o deputado Reginaldo Lopes (PT-MG) lembrou o episódio em que Guedes falou sobre o fato de empregadas domésticas poderem fazer viagens internacionais antigamente. "E o cara que reclamou que empregada doméstica estava indo para a Disney nos governos do PT tem milhões escondidos em paraíso fiscal. Quem poderia imaginar?".

Matéria atualizada às 12h25

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos