Oi faz acordo para vender InfraCo para BTG

Bruno Rosa
·1 minuto de leitura

RIO - Após vender a Oi móvel para Claro, TIM e Vivo, a tele carioca anunciou que assinou acordo de exclusividade com o BTG para vender parte da Infraco, rede de fibra óptica da empresa que tem valor mínimo de R$ 20 bilhões.

Segundo comunicado da Oi, o acordo do BTG envolve alguns fundos do banco e a Globenet Cabos Submarinos, empresa que já pertenceu à Oi. Segundo fontes, o projeto será liderado por Amos Genish, ex-presidente da GVT e da Telefônica, dona da Vivo.

"O acordo visa garantir segurança e celeridade às tratativas em curso entre as partes e permitir que, caso sejam satisfatoriamente finalizadas as negociações de condições e documentos entre as partes, a Oi tenha condições de garantir o direito de cobrir outras propostas recebidas no processo competitivo", disse a Oi.

O acordo tem vigência inicial até o dia seis de março de 2021 e será renovado automaticamente por mais um período de 30 (trinta) dias.

O BTG conseguiu, assim, vencer a americana Digital Colony que tinha interesse no ativo e acabou perdendo a corrida até o momento, disse uma fonte.