Oito capitais suspendem primeira dose da vacina contra a Covid

·3 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 12.07.2021 - Pessoas formam fila para se vacinarem contra a Covid-19 na UBS Dr. Sigmund Freud, em São Paulo. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 12.07.2021 - Pessoas formam fila para se vacinarem contra a Covid-19 na UBS Dr. Sigmund Freud, em São Paulo. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ, BELO HORIZONTE, MG, E CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) - Ao menos oito capitais suspenderam a aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid-19. O motivo principal é a falta de imunizantes em Rio de Janeiro, Vitória, Salvador, João Pessoa, Maceió, Belém, Florianópolis e Campo Grande.

A cidade do Rio de Janeiro deve ficar com a vacinação suspensa por cinco dias. A aplicação da primeira dose está paralisada desde sábado (24), e, segundo o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, provavelmente só será retomada na quinta (29), após o Ministério da Saúde enviar novas remessas.

O público a ser vacinado nesse dia será de mulheres de 34 anos, já que foram imunizadas até agora as pessoas de 35 anos ou mais. As pessoas que haviam feito agendamento para tomar a segunda dose, porém, podem procurar os postos de vacinação normalmente.

"Depois do dia todo cobrando a pauta de distribuição de parte das vacinas estocadas, recebemos a previsão de entrega de pouca quantidade na terça, dia 27, e a maior quantidade na quarta, dia 28. Estamos falando de vidas!", escreveu o prefeito Eduardo Paes nem redes sociais.

Em João Pessoa, na Paraíba, a prefeitura mantém nesta segunda-feira (26) aplicação apenas da segunda dose das vacinas AstraZeneca e Coronavac contra Covid-19. Foi interrompida no sábado (24) a imunização de primeira dose.

Em Salvador, não há imunizantes para a primeira dose desde sábado (24). A prefeitura da capital da Bahia afirma que aguarda nova remessa de imunizantes pelo governo federal para retomar a vacinação. A segunda dose segue sendo aplicada.

A Prefeitura de Maceió paralisou no sábado (24) a aplicação da primeira dose de vacinas contra a Covid-19.

A suspensão ocorreu um dia depois de o município iniciar a imunização de moradores da cidade acima de 32 anos sem comorbidade. A Secretaria Municipal de Saúde informou que aguarda a chegada de mais imunizantes para retomar a aplicação de primeiras doses.

A mesma situação ocorre em Vitória, no Espírito Santo, que também está sem estoque de imunizantes para novos casos e está aplicando apenas a segunda dose da vacina.

Em Belém, no Pará, a vacinação foi suspensa no último sábado (24) e domingo (25). "O município aguarda a chegada de novas doses para retomar o calendário de vacinação na capital na próxima semana", escreveu a assessoria da prefeitura nas redes sociais.

A única previsão até o momento é de vacinação com a segunda dose na próxima quarta-feira (28). A imunização com a primeira dose já havia sido suspensa em Belém na última semana, também por falta de insumos.

Campo Grande, em Mato Grosso do Sul, deixou de aplicar a primeira dose da vacina contra a Covid-19 na quinta-feira (22). Segundo a prefeitura, apesar do anúncio de nova distribuição de imunizantes pelo Ministério da Saúde, ainda não há previsão para retomada do atendimento. No domingo (25), a aplicação de segunda dose também chegou a ser suspensa na capital, mas retornou nesta segunda-feira (26).

Apesar de não ter parado totalmente a aplicação de primeira dose, pois ainda está atendendo gestantes, puérperas e lactantes, Florianópolis, em Santa Catarina, suspendeu o avanço da campanha de vacinação por idades na sexta-feira (23). Também não há previsão para retomada do serviço, segundo a prefeitura.

*

CAPITAIS EM QUE A VACINAÇÃO FOI SUSPENSA

- Belém

- Campo Grande

- Florianópolis

- João Pessoa

- Rio de Janeiro

- Salvador

- Vitória

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos