Oito menores sofrem intoxicação no México por desafio no Tik Tok

Oito menores de idade acabaram intoxicados no México por consumirem um medicamento ansiolítico como parte de um desafio viral realizado na rede social Tik Tok, informaram as autoridades nesta sexta-feira (20).

O "desafio do clonazepam" consiste em tomar comprimidos deste fármaco e não se deixar vencer pelo sono produzido pelo mesmo. "O último que dormir, vence", diz o slogan que viralizou nesta rede bastante popular entre os mais jovens.

Os casos foram registrados em escolas, cinco deles na quinta-feira na Cidade do México, e os outros no estado de Nuevo León (norte). Apesar de o medicamento ser de regime controlado, os estudantes conseguiram ter acesso ao mesmo. Ninguém registrou complicações graves.

O clonazepam, que também conhecido pelo nome comercial Rivotril, é receitado para controlar convulsões, crises de pânico e ansiedade e, paralelamente, também costuma induzir o sono.

A Secretaria de Segurança Pública da Cidade do México assinalou em comunicado que os menores foram atendidos na própria escola por paramédicos, que confirmaram a intoxicação "por consumo de medicamento controlado".

Já em Nuevo León, os estudantes conseguiram deixar a escola por seus próprios meios. "Nos inteiramos destes três casos e solicitamos apoio do município. Quando chegaram [os profissionais de saúde], as crianças já haviam saído", disse em entrevista coletiva Alma Rosa Marroquín, secretária de Saúde local.

"Infelizmente, os desafios que circulam nas redes muitas vezes colocam em risco a saúde das pessoas", acrescentou.

Alguns usuários também publicaram vídeos no Tik Tok alertando sobre os perigos deste desafio, que já havia provocado intoxicações em 2022 em outros estados mexicanos, como Veracruz (leste) e Coahuila (norte).

O primeiro registro do desafio remonta a 2018, no Chile, quando ocorreram dezenas de casos de adolescentes que consumiram o fármaco. Depois, a prática se popularizou a partir de 2020.

No Tik Tok há vários vídeos de pessoas que gravam a si mesmas enquanto consomem remédios para observar seus efeitos.

bur-yug/axm/llu/rpr