Oito ministros serão investigados por terem recebido quase R$ 50 milhões

Da Agência Brasil*

Os oito ministros citados por delatores da Operação Lava Jato serão investigados por terem recebido pelo menos R$ 48,8 milhões de forma ilegal. Todos foram citados como envolvidos no esquema de corrupção investigado pela força-tarefa da Lava Jato, nos depoimentos de 17 delatores da empresa Odebrecht, que assinaram acordos de colaboração premiada com a Justiça.

O ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ordenou a abertura de inquéritos contra os oito ministros.

Moreira Franco e Eliseu Padilha

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, e o ministro da Secretaria de Governo, Moreira Franco, serão investigados em um mesmo inquérito, no qual o Ministério Público Federal apontou indícios de que ambos pediram recursos ilegais para campanhas eleitorais do PMDB.

Eles foram citados nos depoimentos de seis delatores da Odebrecht, incluindo o do ex-presidente-executivo do grupo, Marcelo Odebrecht. Moreira Franco teria pedido R$ 4 milhões para a campanha de 2014, garantindo em troca a inclusão de cláusulas favoráveis à empresa nos editais de concessão de aeroportos. O dinheiro teria sido entregue a uma pessoa com o codinome “Primo”, em endereços que correspondem ao escritório pessoal de Eliseu Padilha.

Padilha também será investigado em um segundo inquérito, ligado a irregularidades em obras do Trensurb, em Porto Alegre. Segundo as delações, ele solicitou o pagamento de 1% do valor do contrato, em decorrência de sua possível interferência no processo licitatório, o que corresponde a R$ 3,2 milhões.

Em nota, Padilha disse que confia nas instituições brasileiras e tem certeza de que "com a abertura das investigações lhe será garantida a oportunidade para exercer amplamente seu direito de defesa”. Moreira Franco disse que não comentará as informações divulgadas.

Gilberto Kassab

A maior quantia apontada nas delações teria sido recebida pelo ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab. Ele foi apontado por quatro delatores por ter recebido cerca de R$ 20 milhões em vantagens indevidas entre 2008 e 2014, enquanto foi prefeito de São Paulo e, depois, quando ocupou os cargos de ministro das Cidades e da Ciência e Tecnologia do governo Dilma Rousseff.

Kassab está sendo investigado por corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro. Em nota, o ministro disse não ter tido acesso oficialmente às informações contra ele, mas que é necessário ter cautela com depoimentos de colaboradores. Ele afirmou que “os atos praticados em suas campanhas foram realizados conforme a legislação”.

Blairo Maggi

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi, é apontado pelos delatores por ter recebido R$ 12 milhões da Odebrecht quando ele ainda era governador de Mato Grosso. O valor seria para a campanha de reeleição do político em 2006.

Em nota, Blairo Maggi informou que não recebeu doações da Odebrecht em suas campanhas eleitorais e não tem qualquer relação com a empresa ou os seus dirigentes. Maggi também afirmou que tem a consciência tranquila de que nada fez de errado.

Marcos Pereira

O ministro da Indústria e Comércio Exterior, Marcos Pereira, é acusado pelos delatores de ter recebido R$ 7 milhões. O dinheiro seria para manter o apoio do partido do ministro, o PRB, à coligação que elegeu Dilma Rousssef e Michel Temer em 2014.

O ministro Marcos Pereira disse estar à disposição da Justiça para prestar todos os esclarecimentos necessários e que sempre agiu dentro da lei enquanto presidente de partido, buscando doações empresariais respeitando as regras eleitorais.

Helder Barbalho

Os delatores da Odebrecht também acusam Helder Barbalho, ministro da Integração Nacional, de receber R$ 1,5 milhão em vantagens indevidas não contabilizadas para sua campanha ao governo do Pará, em 2014.

Barbalho nega que tenha cometido ilegalidades e diz que todos os recursos que recebeu como doações para sua campanha em 2014 foram devidamente registradas junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PA), que aprovou todas as suas contas.


Bruno Araújo

Os ex-executivos da Odebrecht dizem que pagaram R$ 600 mil para o ministro das Cidades, Bruno Araújo, a pretexto das campanhas eleitorais em 2010 e 2012. O dinheiro não teria sido contabilizado pela Justiça, o que configuraria caixa 2.

O ministro das Cidades será investigado por corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro. Em nota, Bruno Araújo afirma que pediu doações a diversas empresas, inclusive à Odebrecht, o que era permitido. E que sempre atuou, durante o mandato, em prol dos interesses coletivos.

Aloysio Nunes

O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, é acusado de receber R$ 500 mil para campanha ao Senado de 2010. Os delatores afirmam que o pedido foi feito enquanto Nunes era secretário da Casa Civil do governo de José Serra, em São Paulo. Em troca, o atual ministro teria se comprometido a ajudar a empresa na negociação de contratos de obras de infraestrutura no estado.

Aloysio Nunes está sendo investigado por corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro, crime contra ordem tributária e fraude em licitação. Em nota, o ministro disse que só irá se manifestar quando tiver acesso ao teor do inquérito.

Ouça aqui as matérias sobre as delações que apontam o envolvimento de ministros.

 

*Com informações do Radiojornalismo da EBC

  • Dirceu vira réu pela terceira vez na Lava Jato
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Dirceu vira réu pela terceira vez na Lava Jato

    O ex-ministro José Dirceu se tornou réu pela terceira vez na Operação Lava Jato. O juiz  Sergio Moro aceitou nesta terça-feira a denúncia que investiga a suspeita de corrupção em contratos da Petrobras com as empresas ​Engevix Engenharia e UTC Engenharia.

  • Informação de que militares revistaram crianças no Rio agora é falsa; foto tem 23 anos
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Informação de que militares revistaram crianças no Rio agora é falsa; foto tem 23 anos

    Uma foto ganhou força na internet depois que o governo federal decretou intervenção na área da segurança pública no Rio de Janeiro, o que fez com que as Forças Armadas assumissem a responsabilidade do comando das Polícias Civil e Militar no estado.

  • Amigo de Netanyahu faz acordo de delação em caso de corrupção em Israel, diz mídia
    Notícias
    Reuters

    Amigo de Netanyahu faz acordo de delação em caso de corrupção em Israel, diz mídia

    Por Jeffrey Heller JERUSALÉM (Reuters) - Um amigo do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, concordou em se tornar testemunha do Estado em uma de várias investigações de corrupção que representam uma séria ameaça à sobrevivência política do líder conservador, noticiou a mídia local nesta quarta-feira.         A decisão de Shlomo Filber de depor contra seu ex-chefe é uma reviravolta dramática para Netanyahu, cujo círculo íntimo parecia inabalável até então. ...

  • Notícias
    Agência Brasil

    PF prende em São Paulo suspeitos de envolvimento em corrupção no Paraná

    A Polícia Federal (PF) prendeu hoje (22), em São Paulo, dois suspeitos de participarem de um esquema de corrupção ligado à concessão de rodovias federais no Paraná, que fazem parte do chamado Anel da Integração, uma malha de 2.493 Km de rodovias divididas em seis lotes interligados.

  • Notícias
    Folhapress

    Prefeitura não forneceu dados sobre câmeras do Carnaval, diz TCM 

    MARIANA ZYLBERKANSÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Relatório do TCM (Tribunal de Contas do Município) afirmou que a Prefeitura de São Paulo não apresentou o nome do engenheiro responsável pela instalação das câmeras de segurança do Carnaval de rua na cidade. A administração teve que esclarecer ao órgão detalhes sobre o contrato firmado com a Dream Factory, empresa escolhida para gerir o patrocínio de R$ 20 milhões do Carnaval de rua, após a morte do estudante Lucas Antônio Lacerda da Silva, 22, no último dia 4. ...

  • Notícias
    Folhapress

    Desembargadores do TRF-4 mantêm Cabral preso em penitenciária do Paraná

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral teve o pedido de transferência de prisão negado por unanimidade pelos desembargadores da 8ª Turma do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), em Porto Alegre, nesta quarta-feira (21). As informações são da Agência Brasil.Os advogados do ex-governador queriam seu retorno à cadeia pública José Frederico Marques, em Benfica, no Rio de Janeiro, sob a alegação de violação de direito de defesa, já que 19 dos 21 processos penais contra ele tramitam justamente na 7ª Vara Federal, na capital fluminense. ...

  • Notícias
    Folhapress

    STJ solta Wesley Batista, da JBS

    LETÍCIA CASADOBRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Os ministros da sexta turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça) concederam habeas corpus aos irmãos Joesley e Wesley Batista, sócios da JBS, presos há cinco meses.A decisão foi tomada por três dos cinco ministros da turma. O habeas corpus foi concedido na prisão por insider  trading. Os ministros decidiram que Wesley fica proibido de se ausentar do país, de participar de operações no mercado de capitais e deve usar monitoramento eletrônico, além de ter de comparecer em juízo periodicamente e manter endereço atualizado. ...

  • Nova solução para o "ouro vermelho" da Palestina
    Zoomin.TV

    Nova solução para o "ouro vermelho" da Palestina

    As plantações de morango de Gaza estão se tornando cada vez mais produtivas com uma nova maneira de cultivo: a fazenda vertical.

  • Ao menos 3.000 pessoas vivem nas ruas de Paris
    Notícias
    AFP

    Ao menos 3.000 pessoas vivem nas ruas de Paris

    Pelo menos 3.000 pessoas dormem nas ruas de Paris, de acordo com os resultados de uma operação sem precedentes realizada na semana passada na França para contabilizar os sem-teto da capital francesa.

  • Migrantes africanos ameaçados de expulsão fazem greve de fome em Israel
    Notícias
    AFP

    Migrantes africanos ameaçados de expulsão fazem greve de fome em Israel

    Centenas de migrantes africanos iniciaram uma greve de fome nesta terça-feira, quando Israel realizou as primeiras prisões de expatriados em virtude de um polêmico plano que lhes permite escolher entre deixar o país ou ir para a prisão, informou uma ONG nesta quarta-feira.

  • Notícias
    EFE

    Palestino morre em Jericó em operação do Exército israelense

    Jerusalém, 22 fev (EFE).- Um palestino morreu nesta quinta-feira após ser alvejado por soldados do Exército de Israel durante uma operação policial ontem à noite na cidade de Jericó, no território palestino ocupado da Cisjordânia, confirmaram fontes m

  • Notícias
    Folhapress

    Wesley Batista, da JBS, deixa sede da PF em São Paulo

    LETÍCIA CASADO, MARTHA ALVES E FLÁVIO FERREIRABRASÍLIA, DF, E SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O empresário Wesley Batista, sócio da JBS, deixou a sede da PF (Polícia Federal) em São Paulo às 2h51 desta quarta-feira (21). Ele saiu do local em um carro preto com vidros escuros sem falar com a imprensa.Os advogados de Wesley chegaram à sede da PF por volta das 21h e gastaram muito tempo resolvendo questões burocráticas. Segundo um dos defensores, a demora na liberação do empresário foi devido a PF entender a decisão. "Ele estava sereno, foi para casa", disse o advogado. ...

  • Especialista alerta para risco real de febre amarela urbana nas Américas
    Notícias
    AFP

    Especialista alerta para risco real de febre amarela urbana nas Américas

    A epidemia de febre amarela que afeta as Américas há dois anos, tendo o Brasil como epicentro, pode se propagar para todos os países da bacia do Amazonas e Orinoco e até se tornar urbana - alerta um especialista do Programa de Emergências da Organização Pan-Americana de Saúde (OPS).

  • Polícia Federal deflagra 48ª fase da Lava Jato
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Polícia Federal deflagra 48ª fase da Lava Jato

    A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira a 48ª fase da Lava Jato, denominada Operação Integração.

  • Notícias
    Folhapress

    Para Alckmin, Anastasia é 'candidatura natural' a governo de Minas

    TALITA FERNANDESBRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, afirmou nesta quarta-feira (21) que o senador Antonio Anastasia é um candidato "natural" do PSDB ao governo de Minas Gerais."Anastasia é a candidatura natural. Tem experiência, é um dos melhores gestores do Brasil e Minas precisa do Anastasia. É um quadro excepcional, une o partido e também os aliados. É um grande nome", disse.Em visita a Brasília, Alckmin se reuniu com a bancada mineira do PSDB da Câmara para discutir a situação do Estado. ...

  • Trump Jr. diz estar perdendo negócios na Índia devido a restrições impostas pelo pai
    Notícias
    Reuters

    Trump Jr. diz estar perdendo negócios na Índia devido a restrições impostas pelo pai

    Por Aditi Shah NOVA DÉLHI (Reuters) - O filho mais velho do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, descreveu a Índia como um mercado importante para a Organização Trump, mas disse que a empresa terá que abrir mão de novos negócios devido a restrições autoimpostas por seu pai desde que tomou posse. Os comentários de Donald Trump Jr., feitos no início de uma viagem para cortejar compradores para seus projetos residenciais de luxo em várias cidades indianas, pareceu rebater críticas sobre possíveis conflitos de interesse na divulgação da marca Trump. Trump Jr. ...

  • Petro, a criptomoeda da Venezuela lastreada ao petróleo, entra em operação
    Notícias
    Agência Brasil

    Petro, a criptomoeda da Venezuela lastreada ao petróleo, entra em operação

    Nicolás Maduro segura barra de ouro durante reunião com setor de mineração REUTERS/Arquivo

  • 2 - Melhor regulação da mídia é o controle remoto, diz Ciro Gomes
    Notícias
    Folhapress

    2 - Melhor regulação da mídia é o controle remoto, diz Ciro Gomes

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-ministro Ciro Gomes, pré-candidato do PDT à Presidência da República, defendeu mudanças na maneira como as emissoras de televisão são organizadas no Brasil, mas afirmou que não irá propô-las se chegar ao Palácio do Planalto."A melhor forma de regulação da mídia é o controle remoto", disse Ciro, durante entrevista no 2º Encontro Folha de Jornalismo, nesta terça (20). "Quer mudar de canal? Muda de canal. Não precisa o governo regular. ...

  • Prisão domiciliar a mulheres grávidas é bem-vinda, diz especialista
    Notícias
    Agência Brasil

    Prisão domiciliar a mulheres grávidas é bem-vinda, diz especialista

    A medida vale somente para detentas que aguardam julgamento e que não tenham cometido crimes com uso de violênciaArquivo/Agência Brasil

  • Primeiro-ministro de Israel se vê diante de futuro complicado
    Notícias
    AFP

    Primeiro-ministro de Israel se vê diante de futuro complicado

    O futuro se complica dia a dia para o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, que deverá enfrentar o depoimento potencialmente devastador de um colaborador em uma das investigações por corrupção que abalam seu governo.

  • Trump promete controle mais rigoroso sobre compra de armas
    Notícias
    AFP

    Trump promete controle mais rigoroso sobre compra de armas

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, prometeu nesta quarta-feira aos familiares e sobreviventes do massacre da semana passada em uma escola da Flórida que promoverá controles mais rigorosos envolvendo os antecedentes dos compradores de armas.

  • Dezenas de jovens desaparecem após ataque do Boko Haram na Nigéria
    Notícias
    AFP

    Dezenas de jovens desaparecem após ataque do Boko Haram na Nigéria

    Dezenas de estudantes do ensino médio seguiam desaparecidas na Nigéria nesta quarta-feira, dois dias após um ataque do grupo jihadista Boko Haram contra uma escola de meninas.

  • Rainha Elizabeth faz aparição surpresa em Fashion Week de Londres
    Notícias
    Reuters

    Rainha Elizabeth faz aparição surpresa em Fashion Week de Londres

    LONDRES (Reuters) - A rainha britânica Elizabeth apareceu de surpresa nesta terça-feira na primeira fila de um desfile de moda, onde assistiu à apresentação do estilista em ascensão Richard Quinn. A monarca de 91 anos, vestindo um terninho azul claro, se sentou ao lado de Anna Wintour, editora-chefe da revista Vogue norte-americana, enquanto modelos exibiam visuais ousados e brilhantes no final da Fashion Week de Londres. Depois, ela entregou o primeiro prêmio Rainha Elizabeth II para o estilista britânico a Quinn. ...

  • Notícias
    Folhapress

    Lava Jato deflagra 48ª fase e mira desvios em concessão de rodovias no PR

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (22) a 48ª fase da Operação Lava Jato. Batizada de Integração, a nova fase mira a a apuração de casos de corrupção ligados aos procedimentos de concessão de rodovias federais no Paraná que fazem parte do chamado anel da integração.Policiais federais, servidores da Receita Federal e membros do Ministério Público Federal executam 50 mandados de busca e apreensão e sete mandados de prisão temporária para apurar crimes de corrupção, fraude a licitações e lavagem de dinheiro. ...

  • O que há por trás da intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro?
    Originais do Yahoo

    O que há por trás da intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro?

    Analista políticos e especialistas em segurança desconfiam da medida e muitos acreditam que Michel Temer só está tentando reverter a impopularidade com essa decisão