Oito pessoas, incluindo 6 mulheres de ascendência asiática, são mortas em spas de Atlanta

Dan Whitcomb e Steve Gorman
·2 minuto de leitura
Ataques na área de Atlanta

Por Dan Whitcomb e Steve Gorman

(Reuters) - Oito pessoas, seis delas mulheres de ascendência asiática, foram mortas a tiros em uma série de ataques em spas dentro e nos arredores da cidade norte-americana de Atlanta, e um homem suspeito de ter feito os disparos foi preso no sul da Geórgia, disse a polícia.

Embora as autoridades não tenham informado um motivo para o episódio de violência, os ataques levaram a unidade de contraterrorismo do departamento de polícia de Nova York a anunciar a mobilização de tropas adicionais em comunidades asiáticas locais por precaução.

O Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Sul disse que seu consulado-geral de Atlanta confirmou que entre as vítimas há quatro mulheres de ascendência coreana, mas que está verificando suas nacionalidades.

Os ataques começaram perto das 17h de terça-feira, quando quatro pessoas foram mortas e uma foi ferida a tiros na Young's Asian Massage do condado de Cherokee, cerca de 64 quilômetros ao norte de Atlanta, disse o capitão Jay Baker, do departamento do xerife do condado de Cherokee.

Duas mulheres de ascendência asiática estavam entre os mortos no local, assim como uma mulher branca e um homem branco, disse Baker, acrescentando que a vítima sobrevivente é um homem hispânico.

Em Atlanta, a capital estadual, policiais que responderam a um alerta de "assalto em andamento" pouco antes das 18h chegaram ao salão de beleza Gold Spa e encontraram três mulheres mortas a tiros, disse o chefe de polícia, Rodney Bryant, aos repórteres.

Enquanto investigavam o alerta inicial, os agentes foram chamados a outro spa, o Aromatherapy, do outro lado da rua onde outra mulher foi encontrada morta com ferimento de tiro, disse Bryant. As quatro mulheres mortas em Atlanta eram de ascendência asiática.

(Por Dan Whitcomb e Steve Gorman em Los Angeles; reportagem adicional de Daniel Trotta em Vista, Califórnia, Andrea Shalal e Steve Holland em Washington e Hyonhee Shin em Seul)