Oito pessoas são mortas por pisoteamento em baile funk em São Paulo

A comunidade de Paraisópolis, onde perseguidos pela polícia entraram em um baile funk, provocando pisoteamento

SÃO PAULO - Pelo menos oito pessoas foram mortas por pisoteamento em uma perseguição policial, seguida de troca de tiros, durante um baile funk na comunidade de Paraisópolis, na região Sul de São Paulo, na madrugada deste domingo.

De acordo com informações iniciais do G1, moradores chamaram equipes da Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas (Rocam) para conter o barulho do baile. Segundo a Polícia Militar, ao serem perseguidos por policiais numa motocicleta, suspeitos atiraram em direção aos agentes.

Ainda segundo a polícia, os suspeitos entraram no local do baile, onde estavam cerca de 5 mil pessoas. Ao adentrarem o espaço para dar apoio, equipes da Força Tática teriam sido recebidas com pedradas e garrafadas. Os policiais revidaram com munições químicas para dispersão e começou uma correria.

Durante a confusão, nove pessoas foram pisoteadas e levadas em estado grave ao Pronto Socorro do Campo Limpo. Oito pessoas morreram.

A Secretaria da Segurança Pública de São Paulo ainda não se manifestou sobre o caso.