Olavo de Carvalho diz que deixará Twitter após ser punido por publicações negacionistas

Redação Notícias
·1 minuto de leitura
Olavo de Carvalho, guru ideológico da família Bolsonaro
Guru bolsonarista recebeu a punição por propagar desinformação (Foto: Reprodução)

O escritor Olavo de Carvalho foi silenciado no Twitter, nesta segunda-feira (18), por ter feito postagens negacionistas sobre a pandemia da Covid-19, e teve publicações apagadas por violarem regras da rede. Após a punição, o também guru bolsonarista anunciou que irá deixar a plataforma.

“Estou caindo fora do Tuíts. Aquilo é a Cracolândia da internet. Pode enfiar a sua rede no cu, Mr. Dorsey. Estou aqui, no Telegram e no Gab. Quando o Parler reabrir, estarei lá também.”, escreveu ele no Facebook.

Olavo também revelou, via Facebook, que recebeu a punição por propagar desinformação. Ele publicou uma imagem com a mensagem do Twitter dizendo “limitamos temporariamente algumas funções da sua conta” por “violação da política de disseminação de informações enganosas e potencialmente prejudiciais relacionadas à Covid-19”.

Leia também

O fervor de bolsonaristas negacionistas aumentou nas redes sociais após a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) do uso de vacinas contra o coronavírus e do início da imunização com a Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan e a farmacêutica chinesa SinoVac.

Além disso,Olavo pediu no Facebook que lhe mostrassem vídeos ou fotos de UTI cheias de vítimas do “mocoronga vírus”, como ele se referiu ao coronavírus, e disse que Covid-19 era o “novo nome da gripe”. Um dos posts foi apagado pelo Twitter, por também disseminar desinformação, mas seguem no Facebook.

A reportagem entrou em contato com o Facebook para entender se as publicações do guru bolsonarista violam ou não as regras da rede, mas não obteve retorno até a publicação.