Guru da família Bolsonaro critica presidente: 'talvez seja tarde para reagir'

Foto: AP Photo/Andre Borges

Considerado o guru da família Bolsonaro, o escritor Olavo de Carvalho criticou Jair Bolsonaro (sem partido) durante um panelaço contra o presidente, realizado na noite desta quarta-feira (18), em diversas cidades brasileiras pela segunda noite consecutiva.

"Desde o início do seu mandato, aconselhei ao presidente que desarmasse os seus inimigos antes de tentar resolver qualquer 'problema nacional'. Ele fez exatamente o oposto. Deu ouvidos a generais isentistas, dando tempo a que os inimigos se fortalecessem enquanto ele se desgastava em lacrações teatrais. Lamento. Agora talvez seja tarde para reagir", escreveu o escritor.

Leia também:

Na análise de Olavo, o presidente não atacou seus inimigos como deveria, o que estaria resultando numa espécie de “suicídio” político.

"Que é que o Bolsonaro fez contra qualquer dos seus inimigos? Nada. Nada nunca. Só lhes deu umas agulhadinhas, irritando-os em vez de enfraquecê-los. Eleito para derrubar o sistema, o Bolsonaro, aconselhado por generais e políticos medrosos, preferiu adaptar-se a ele. Suicídio", completou.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Horas antes, em entrevista coletiva concedida ao lado de vários ministros para tratar da crise provocada pelo avanço do coronavírus, Bolsonaro afirmou que seu governo “está ganhando” e cobrou elogios de determinados veículos da imprensa que, segundo ele, apenas criticam sua gestão.

"Se o time ganha, parabéns a todos. Se o time perde, o primeiro a ser demitido é o técnico. O nosso time está ganhando. Se o time está ganhando, vamos elogiar o seu técnico, o seu técnico chama-se Jair Bolsonaro”, afirmou Bolsonaro.

Pouco antes dos protestos contra seu governo, Bolsonaro elogiou a atuação do Legislativo e do Judiciário numa tentativa minimizar a tensão entre os poderes.

"Nossa União é que dará o norte que o Brasil precisa", disse Bolsonaro no Palácio da Alvorada.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.