Óleo de soja sobe 24% em 12 meses; entenda os motivos da alta

Alta na demanda do óleo de soja tem pressionado preços. (Divulgação/Imcopa)
Alta na demanda do óleo de soja tem pressionado preços. (Divulgação/Imcopa)
  • Redução da produção na Ucrânia pressiona preços no Brasil do óleo de soja;

  • Em 2021, o Brasil colheu quase 139 milhões de toneladas de soja;

  • Seca também é um dos fatores apontados para a alta nos preços.

Considerado um dos principais itens da cesta básica, quem usa o óleo de soja tem percebido uma escalada nos preços. Somente nos últimos 12 meses, a alta é de 23,75%, de acordo com dados do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). Mas porque, mesmo o Brasil sendo um dos maiores produtores de soja do mundo, o preço do óleo segue subindo?

Um dos fatores apontados por entidades do setor é a alta no preço do petróleo e a redução da produção de óleo de girassol na Ucrânia, o que tem aumentado a demanda do óleo de soja e pressionado os preços no Brasil. A redução na safra da soja causada pela seca também influenciou no aumento dos preços.

No último dia 28, a Indonésia, que é um dos maiores produtores de óleo de palma do mundo, proibiu as exportações do produto, e a decisão pode desestabilizar o mercado de óleos vegetais, que já estava sensível com a guerra entre Rússia e Ucrânia.

Soja brasileira

Em 2021, o Brasil colheu quase 139 milhões de toneladas do grão. Desse total, 86 milhões de toneladas foram exportadas, estabelecendo um novo recorde. No óleo, 8 milhões de toneladas ficaram no país e 1,7 milhão de toneladas foram exportadas.

Para este ano, a estimativa da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) é que o mercado interno deve ficar com pouco mais de 7 milhões de toneladas do óleo.

Mesmo assim, de acordo com os dados do IPCA de março, índice do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que mede a inflação do país, o preço do óleo de soja subiu 8,99% em março e 11,21% no primeiro trimestre deste ano. Nos últimos 12 meses, a alta é de 23,75%.

A prévia da inflação de abril mostra um dado ainda mais alarmante: o preço subiu 11,47% em abril e 30,10% nos últimos 12 meses.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos