De olho nas nas eleições, Bolsonaro viaja mais para regiões onde tem maior rejeição

·1 minuto de leitura

De olho na reeleição, o presidente Jair Bolsonaro tem privilegiado nas viagens ao redor do país regiões em que sua rejeição aumentou, de acordo com as últimas pesquisas de intenção de voto. Levantamento feito pelo GLOBO com base em agendas oficiais desde agosto do ano passado indica que Bolsonaro elegeu como destino locais onde tem maior reprovação de sua gestão.

Desde o início da pandemia, Bolsonaro tem mantido uma média de seis viagens por mês. Em março, com os números de casos e óbitos por Covid-19 em alta, Bolsonaro só deixou Brasília uma vez. Em abril, mês mais letal desde o início da pandemia, o presidente voltou a viajar com frequência: foram seis viagens no mês. Em maio, o ritmo se intensificou ainda mais: até o final do mês, serão dez viagens, inclusive uma para o exterior.

(Confira a íntegra da reportagem exclusiva para assinantes)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos