De olho no feriado prolongado, paulistanos começam a deixar a capital

·3 min de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, BRASIL, 03-09-2021 - MOVIMENTO NAS ESTRADAS -  Pedágio km 32. Trânsito na ida para o litoral para o feriado de 7 de setembro na rodovia dos Imigrantes. (Foto: Ronny Santos/Folhapress )
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, BRASIL, 03-09-2021 - MOVIMENTO NAS ESTRADAS - Pedágio km 32. Trânsito na ida para o litoral para o feriado de 7 de setembro na rodovia dos Imigrantes. (Foto: Ronny Santos/Folhapress )

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O paulistano começou a deixar a capital paulista nesta sexta-feira (12) para poder curtir o feriado prolongado da Proclamação da República. A Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) calcula que cerca de 3,1 milhões de veículos devem circular pelas principais rodovias paulistas durante o feriado.

O frio esperado para este início de feriado não animou tanto o paulistano a seguir sentido litoral. O maior fluxo neste fim de tarde está nas estradas que ligam a capital paulista ao interior.

Mesmo assim, no SAI (sistema Anchieta-Imigrantes), operado pela Ecovias, existia alguns pontos de congestionamento por excesso de veículos na rodovia Imigrantes, sentido litoral, do km 39 ao 43 e do km 47 ao 53 e, sentido capital, do km 59 ao 55.

A Ecovias espera que no SAI circulem até 335 mil veículos em direção ao litoral. Por isso, desde as 17h desta sexta até as 3h de sábado as estradas estão funcionando no esquema "Operação Descida 7X3". Nesta configuração, ficam disponíveis para descida as pistas sul e norte da Via Anchieta e pista sul da Rodovia dos Imigrantes. A subida é feita somente pela pista norte da Imigrantes. O esquema deve voltar a se repetir a partir da manhã de sábado das 8h até as 20h e no domingo, das 9h às 12h.

Já a volta dos turistas deve ser intensificada no fim da tarde de domingo, dia em que está prevista a implantação da Operação Subida 2X8, das 18h às 21h. Nesse caso, as pistas sul e norte da Imigrantes e a pista norte da Via Anchieta estarão disponíveis para a subida da Serra. A descida será feita somente pela pista sul da Anchieta. Este esquema deverá ser montado na segunda, das 11h às 3h da terça-feira.

Na Ayrton Senna - Carvalho Pinto, operado pela Ecovias, o tráfego é lento, no sentido interior, do km 23 ao 28. Em direção a capital, o tráfego está normal. São esperados 849 mil veículos (nos dois sentidos).

Neste sábado, ainda segundo a Ecopistas, o fluxo de veículos sentido interior deve ser maior das 7h às 12h. Já o retorno para São Paulo, deve ter tráfego maior na segunda-feira, entre 11h e 19h.

Na rodovia dos Tamoios, importante ligação entre o Vale do Paraíba e o litoral norte, a concessionária Tamoios informava garoa na pista no trecho planalto e trânsito intenso em pontos isolados no sentido litoral e livre no sentido São José dos Campos.

Estão previstos a passagem de 127 mil veículos. Para atender à demanda, a rodovia funciona com a Operação Descida. Com isso, no trecho de serra, são liberadas duas pistas sentido litoral e uma pista sentido São José dos Campos. Segundo a concessionária o horário de pico neste sábado vai das 6h às 14h. Já para atender ao movimento de retorno do feriado, a rodovia volta à sua configuração normal com duas pistas sentido São José dos Campos e uma pista sentido no litoral. Os horários de pico são segunda das 12h às 22h e na terça das 6h às 14h.

Para quem segue para o interior, a Anhanguera, administrada pela Autoban, tinha tráfego intenso em São Paulo na pista expressa dos kms 18 ao 23. Já em Campinas, a situação era difícil dos kms 91 a 98. A Bandeirantes, operada pela mesma concessionária havia tráfego intenso em Jundiaí dos kms 46 ao 50. A expectativa é que devam circular 655 mil veículos, entre saída e chegada à capital, no período.

Já no sistema Castello-Raposo, operada pela CCR Via Oeste, a expectativa é que o fluxo seja de 510 mil veículos durante o feriado. Na Castello, sentido interior, o maior problema era na altura de Barueri entre os kms 17 ao 27. Já na Raposo, também sentido interior, o maior problema estava na altura de Sorocaba entre os kms 98 a 99.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos