Olimpíada: casos de Covid-19 em Tóquio volta a disparar paralelamente ao início dos Jogos

·1 minuto de leitura

Principal preocupação da organização em meio à realização dos Jogos Olímpicos, o número de casos de Covid-19 voltou a registrar alta em Tóquio nesta quinta-feira. A capital japonesa registrou 1.979 novos casos, o maior número desde 15 de janeiro.

Com a maior parte dos atletas já instalada na Vila Olímpica, a Olimpíada teve início na última tquarta-feira, com as competições de softbol e futebol. A cerimônia de abertura acontece nesta sexta.

A cidade está sob estado de emergência desde o último dia 12, o que não freou o aumento das infecções. A situação motivou, de última hora, a decisão por arquibancadas vazias nos Jogos.

A realização do evento teve resistência de parte do público japonês, preocupado com um possível aumento dos casos no país. O Japão passa por um ainda lento processo de vacinação e registra, desde o início da pandemia, 853 mil casos do novo coronavírus, com 15.046 mortes.

Na última terça-feira, o CEO da organização dos jogos Toshiro Muto, indiciou que o cancelamento das competições ainda não era uma hipótese descartada.

— Com relação à infecção, o que acontecerá com o status da infecção não podemos especular. Então o que acontecerá se a infecção se espalhar mais, bem, eu acho que se isso acontecer teremos que fazer uma avaliação completa. Isso é tudo o que posso dizer na atual conjuntura. Tivemos um "five-party meeting" (reunião com representantes do governo local, comitê organizador e COI) outro dia e acertamos que continuaremos a monitorar a situação e, se necessário, faremos outra reunião. No atual estágio, não podemos dizer se a infecção vai se espalhar ou se estará sob controle. Então, quando virmos uma situação concreta, aí consideraremos o assunto — explicou Muto, quando perguntado sobre a possibilidade.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos